Noticias
Maia vê cenário desfavorável para aprovar reforma
  • Maia vê cenário desfavorável para aprovar reforma

BRASÍLIA. O presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia (DEM-RJ), admitiu nessa quarta-feira (9) grandes dificuldades para a aprovação da reforma da Previdência na Casa. “O cenário não é fácil (…) Não é porque o cenário não é fácil que vamos desistir”, afirmou, após reunião na residência oficial do presidente do Senado, Eunício Oliveira (PMDB-CE), na qual foi discutida o texto da medida provisória do Refis.

Apesar de não informar quando colocaria a proposta em votação, Maia defendeu a reforma previdenciária como uma medida para ajustar a economia brasileira. “Daqui a pouco a capacidade de investimento do Estado brasileiro vai ser zero. E aí a gente não vai mais estar discutindo 'ah, o deputado, para votar com o governo, liberou a emenda para o município xis'. Não vai ter nem dinheiro para isso”, disse.

Em maio, a comissão especial da Câmara que analisou a reforma da Previdência aprovou o texto do deputado Arthur Oliveira Maia (PPS-BA). Agora, ele está pronto para ser votado pelo plenário, mas teve a tramitação paralisada após as denúncias contra Temer.

“Não depende só de mim, depende da capacidade de articulação dos líderes do governo. Eu me incluo entre eles, porque sou defensor da reforma da Previdência”, disse, ao ser questionado sobre a data em que pautaria o texto.

Deputados da base do governo têm defendido que, no atual contexto, a reforma não seja votada ou que seja pelo menos reduzida à aprovação de uma idade mínima para aposentadoria.

Maia disse que é “legítimo” que parlamentares declarem que não há condições de tocar a reforma. “É melhor que eles falem. Eu disse desde o dia da votação da denúncia (contra o presidente Temer) que o resultado da denúncia mostrava que tínhamos um longo caminho”, disse. Nos bastidores, líderes da base aliada avaliam que a principal resistência em votar uma medida impopular como a Previdência é a proximidade das eleições de 2018.

Refis. Maia se reuniu com Eunício Oliveira, o ministro da Fazenda, Henrique Meirelles, e parlamentares para discutir o texto do Refis. O programa de renegociação de dívidas com o Fisco é a principal arma do governo para ampliar a arrecadação deste ano e diminuir o rombo no Orçamento.

A comissão que analisou a medida provisória enviada pelo governo fez profundas mudanças no texto, inclusive com aumento do desconto nos juros e multas para até 99%.

Agora, a intenção é construir um acordo dos parlamentares com a equipe econômica do governo antes de colocar o texto em votação no plenário. Para isso, foi criado um grupo de senadores e deputados para negociar com o Ministério da Fazenda.

Agosto. Em entrevista em julho, Maia afirmou que se a reforma da Previdência não começar a ser votada até o final deste mês será muito difícil aprová-la no atual mandato.


O Tempo/Liberdade FM - Foto - Divulgação

10/08/2017/ 10:22:08
Outras Notícias
  • Pedro Parente pede demissão da presidência da Petrobras
Pedro Parente pede demissão da presidência da Petrobras
01/06/2018/ 13:41:23

A Petrobras anunciou a demissão do presidente Pedro Parente na manhã desta sexta-feira. O executivo estava, por volta das 11h30, em reunião com o presidente Michel Temer, no Palácio do Planalto.O encontro - e a demissão - ocorrem após o governo lançar medidas com custo de R$ 13,5 bilhões para baixar o preço do diese...

  • Correios: 15 dias para normalizar entregas no país
Correios: 15 dias para normalizar entregas no país
01/06/2018/ 13:40:17

Os Correios informaram que desde o início da paralisação dos caminhoneiros, o volume de objetos entregues foi aproximadamente 50% menor em comparação com os dias normais de operação.A empresa estatal atribui a redução ao fato de os veículos não terem conseguido chegar ao seu destino por causa de bloqueios ...

  • Thiago Silva herda camisa 2 de Dani Alves e Marcelo vestirá o número 12 na Copa
Thiago Silva herda camisa 2 de Dani Alves e Marcelo vestirá o número 12 na Copa
01/06/2018/ 13:38:13

Neymar com a 10, claro. Gabriel Jesus será o 9. E Thiago Silva herdou a 2 do lesionado Daniel Alves. A seleção brasileira já tem a numeração definida para a Copa do Mundo. Em lista divulgada oficialmente nesta sexta-feira pela CBF, não há grandes novidades em relação às camisas que os jogadores usaram nas Eliminatór...

  • Devedor no rotativo do cartão pagará taxa igual a de cliente regular
Devedor no rotativo do cartão pagará taxa igual a de cliente regular
01/06/2018/ 13:35:35

A partir desta sexta-feira, (1), clientes inadimplentes no rotativo do cartão de crédito passam a pagar a mesma taxa de juros dos consumidores regulares. Em abril, uma resolução do Conselho Monetário Nacional (CMN) limitou e padronizou os juros para essa modalidade, regulamentando decisão do Superior Tribunal d...

  • Dez parlamentares evitam pena com recursos no STF
Dez parlamentares evitam pena com recursos no STF
01/06/2018/ 13:34:19

Dez parlamentares condenados pela Justiça continuam a exercer seus mandatos e não tiveram as penas executadas, pois ainda dispõem de recursos contra a decisão no Supremo Tribunal Federal (STF). Esses processos fazem parte do conjunto de 52 ações penais que permaneceram na Corte mesmo após a restrição ao foro privile...

  • Fiemg já estima perdas de R$ 11,9 bi na economia mineira com a greve de caminhoneiros
Fiemg já estima perdas de R$ 11,9 bi na economia mineira com a greve de caminhoneiros
01/06/2018/ 13:32:49

A greve dos caminhoneiros, que completa seu décimo segundo dia hoje, já acarreta consequências graves para a indústria mineira, conforme dados divulgados ontem pela Federação das Indústrias do Estado de Minas Gerais (Fiemg). De acordo com o órgão, o prejuízo estimado para a economia estadual chega a R$ 11,9 bil...