Noticias
Maia vê cenário desfavorável para aprovar reforma
  • Maia vê cenário desfavorável para aprovar reforma

BRASÍLIA. O presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia (DEM-RJ), admitiu nessa quarta-feira (9) grandes dificuldades para a aprovação da reforma da Previdência na Casa. “O cenário não é fácil (…) Não é porque o cenário não é fácil que vamos desistir”, afirmou, após reunião na residência oficial do presidente do Senado, Eunício Oliveira (PMDB-CE), na qual foi discutida o texto da medida provisória do Refis.

Apesar de não informar quando colocaria a proposta em votação, Maia defendeu a reforma previdenciária como uma medida para ajustar a economia brasileira. “Daqui a pouco a capacidade de investimento do Estado brasileiro vai ser zero. E aí a gente não vai mais estar discutindo 'ah, o deputado, para votar com o governo, liberou a emenda para o município xis'. Não vai ter nem dinheiro para isso”, disse.

Em maio, a comissão especial da Câmara que analisou a reforma da Previdência aprovou o texto do deputado Arthur Oliveira Maia (PPS-BA). Agora, ele está pronto para ser votado pelo plenário, mas teve a tramitação paralisada após as denúncias contra Temer.

“Não depende só de mim, depende da capacidade de articulação dos líderes do governo. Eu me incluo entre eles, porque sou defensor da reforma da Previdência”, disse, ao ser questionado sobre a data em que pautaria o texto.

Deputados da base do governo têm defendido que, no atual contexto, a reforma não seja votada ou que seja pelo menos reduzida à aprovação de uma idade mínima para aposentadoria.

Maia disse que é “legítimo” que parlamentares declarem que não há condições de tocar a reforma. “É melhor que eles falem. Eu disse desde o dia da votação da denúncia (contra o presidente Temer) que o resultado da denúncia mostrava que tínhamos um longo caminho”, disse. Nos bastidores, líderes da base aliada avaliam que a principal resistência em votar uma medida impopular como a Previdência é a proximidade das eleições de 2018.

Refis. Maia se reuniu com Eunício Oliveira, o ministro da Fazenda, Henrique Meirelles, e parlamentares para discutir o texto do Refis. O programa de renegociação de dívidas com o Fisco é a principal arma do governo para ampliar a arrecadação deste ano e diminuir o rombo no Orçamento.

A comissão que analisou a medida provisória enviada pelo governo fez profundas mudanças no texto, inclusive com aumento do desconto nos juros e multas para até 99%.

Agora, a intenção é construir um acordo dos parlamentares com a equipe econômica do governo antes de colocar o texto em votação no plenário. Para isso, foi criado um grupo de senadores e deputados para negociar com o Ministério da Fazenda.

Agosto. Em entrevista em julho, Maia afirmou que se a reforma da Previdência não começar a ser votada até o final deste mês será muito difícil aprová-la no atual mandato.


O Tempo/Liberdade FM - Foto - Divulgação

10/08/2017/ 10:22:08
Outras Notícias
  • Raquel Dodge toma posse no cargo de procuradora-geral da República
Raquel Dodge toma posse no cargo de procuradora-geral da República
18/09/2017/ 10:25:28

Há mais de três décadas no Ministério Público Federal (MPF), Raquel Dodge tomou posse na manhã desta segunda-feira (18) no cargo de procuradora-geral da República, na cadeira que foi ocupada nos últimos quatro anos por Rodrigo Janot.Em sua fala de oito minutos na cerimônia de posse, a nova chefe do Mi...

  • PMs e guarda-civil vão a júri acusados de matar 17 em chacina de 2015 na Grande SP
PMs e guarda-civil vão a júri acusados de matar 17 em chacina de 2015 na Grande SP
18/09/2017/ 10:22:37

Dois policiais militares e um guarda-civil deverão ser julgados a partir da tarde desta segunda-feira (18) sob a acusação de participarem da chacina que há dois anos deixou 17 mortos e sete feridos em Osasco e Barueri, cidades da Grande São Paulo.Segundo a acusação, os réus cometeram os crimes na...

  • Câmara tentará votar reforma política antes de receber denúncia contra Temer
Câmara tentará votar reforma política antes de receber denúncia contra Temer
18/09/2017/ 10:17:13

A Câmara dos Deputados tentará votar nesta semana a reforma política. O objetivo é garantir a aprovação de mudanças no sistema eleitoral antes de o Supremo Tribunal Federal (STF) encaminhar à Casa a nova denúncia contra o presidente Michel Temer.Mesmo assim, líderes partidários ouvidos pelo G1 relatar...

  • Templo chinês de 2 mil toneladas é deslocado em 30 metros
Templo chinês de 2 mil toneladas é deslocado em 30 metros
18/09/2017/ 10:12:34

O edifício principal de um templo budista de 135 anos de Xangai, na China, foi deslocado em 30 metros em uma operação, que terminou no domingo (18), após duas semanas de trabalho. Milhares pessoas visitam o templo do Buda de Jade diariamente.As autoridades desejam evitar o risco de incêndio, relativamente elevado co...

  • Mineiros afetados pela recessão apelam à criatividade para manter padrão de consumo
Mineiros afetados pela recessão apelam à criatividade para manter padrão de consumo
18/09/2017/ 10:09:11

No começo do ano, as dificuldades financeiras apertaram Maria da Conceição de tal forma que a moradora do bairro Santa Lúcia, na Região Centro-Sul de Belo Horizonte, encontrou uma saída inusitada para amenizar o problema. Com o desemprego dela e do marido, a solução foi vender o imóvel em que viviam para quitar dívi...

  • Com prisão dos filhos, fundador da JBS vai assumir presidência do grupo
Com prisão dos filhos, fundador da JBS vai assumir presidência do grupo
18/09/2017/ 10:08:01

Com os filhos Wesley e Joesley Batista presos, o fundador do grupo JBS, José Batista Sobrinho, de 84 anos, vai voltar à presidência da companhia. O nome foi aprovado por unanimidade em reunião do conselho de administração na noite de sábado.O argumento da família para esse movimento é que Batista Sobrinho, conhecido...