Noticias
Maia vê cenário desfavorável para aprovar reforma
  • Maia vê cenário desfavorável para aprovar reforma

BRASÍLIA. O presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia (DEM-RJ), admitiu nessa quarta-feira (9) grandes dificuldades para a aprovação da reforma da Previdência na Casa. “O cenário não é fácil (…) Não é porque o cenário não é fácil que vamos desistir”, afirmou, após reunião na residência oficial do presidente do Senado, Eunício Oliveira (PMDB-CE), na qual foi discutida o texto da medida provisória do Refis.

Apesar de não informar quando colocaria a proposta em votação, Maia defendeu a reforma previdenciária como uma medida para ajustar a economia brasileira. “Daqui a pouco a capacidade de investimento do Estado brasileiro vai ser zero. E aí a gente não vai mais estar discutindo 'ah, o deputado, para votar com o governo, liberou a emenda para o município xis'. Não vai ter nem dinheiro para isso”, disse.

Em maio, a comissão especial da Câmara que analisou a reforma da Previdência aprovou o texto do deputado Arthur Oliveira Maia (PPS-BA). Agora, ele está pronto para ser votado pelo plenário, mas teve a tramitação paralisada após as denúncias contra Temer.

“Não depende só de mim, depende da capacidade de articulação dos líderes do governo. Eu me incluo entre eles, porque sou defensor da reforma da Previdência”, disse, ao ser questionado sobre a data em que pautaria o texto.

Deputados da base do governo têm defendido que, no atual contexto, a reforma não seja votada ou que seja pelo menos reduzida à aprovação de uma idade mínima para aposentadoria.

Maia disse que é “legítimo” que parlamentares declarem que não há condições de tocar a reforma. “É melhor que eles falem. Eu disse desde o dia da votação da denúncia (contra o presidente Temer) que o resultado da denúncia mostrava que tínhamos um longo caminho”, disse. Nos bastidores, líderes da base aliada avaliam que a principal resistência em votar uma medida impopular como a Previdência é a proximidade das eleições de 2018.

Refis. Maia se reuniu com Eunício Oliveira, o ministro da Fazenda, Henrique Meirelles, e parlamentares para discutir o texto do Refis. O programa de renegociação de dívidas com o Fisco é a principal arma do governo para ampliar a arrecadação deste ano e diminuir o rombo no Orçamento.

A comissão que analisou a medida provisória enviada pelo governo fez profundas mudanças no texto, inclusive com aumento do desconto nos juros e multas para até 99%.

Agora, a intenção é construir um acordo dos parlamentares com a equipe econômica do governo antes de colocar o texto em votação no plenário. Para isso, foi criado um grupo de senadores e deputados para negociar com o Ministério da Fazenda.

Agosto. Em entrevista em julho, Maia afirmou que se a reforma da Previdência não começar a ser votada até o final deste mês será muito difícil aprová-la no atual mandato.


O Tempo/Liberdade FM - Foto - Divulgação

10/08/2017/ 10:22:08
Outras Notícias
  • Com intervenção do Exército no Rio, PM reforça fiscalização na divisa
Com intervenção do Exército no Rio, PM reforça fiscalização na divisa
19/02/2018/ 16:53:57

BELO HORIZONTE - A Polícia Militar de Minas reforçou, desde o último sábado (17), o policiamento e o monitoramento na divisa com o Rio de Janeiro para impedir a migração de criminosos cariocas para o Estado, após a intervenção das Forças Armadas na capital fluminense. “A população mineira pode ficar tranquila. Nós n...

  •  Intervenção federal no RJ exigirá mandados de busca coletivos, diz ministro
Intervenção federal no RJ exigirá mandados de busca coletivos, diz ministro
19/02/2018/ 16:51:58

BRASÍLIA - O ministro da Defesa, Raul Jungmann, disse nesta segunda-feira (19) que as operações da intervenção federal na segurança do Rio de Janeiro vão precisar de mandados de busca e apreensão coletivos.Ele explicou que os mandados coletivos vão abranger, em vez de um endereço específico, uma área intei...

  • Megafeira de armas é realizada na Flórida 4 dias após massacre em escola
Megafeira de armas é realizada na Flórida 4 dias após massacre em escola
19/02/2018/ 16:44:46

EUA - Apenas quatro dias após um ex-aluno matar 17 pessoas a tiros em uma escola na Flórida, o Estado americano foi palco de uma megafeira de armas com modelos de todos os tipos acessíveis e demanda aquecida principalmente pelo AR-15, o fuzil usado por Nikolas Cruz, de 19 anos, naquele que é considerado um dos piore...

  • Maia abrirá votação na Câmara hoje falando em 'guerra ao crime'
Maia abrirá votação na Câmara hoje falando em 'guerra ao crime'
19/02/2018/ 16:42:24

BRASÍLIA - O presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ), preparou um discurso para a abertura da sessão do plenário nesta segunda-feira (19), que votará o decreto de intervenção federal no Rio de Janeiro.O blog obteve trechos do discurso. Em um dos trechos, Maia dirá aos parlamentares que "estamos numa guerra ...

  • Indonésia emite alertas de aviação após vulcão expelir nuvem de fumaça
Indonésia emite alertas de aviação após vulcão expelir nuvem de fumaça
19/02/2018/ 16:40:00

A Indonésia emitiu, nesta segunda-feira (19), alertas de voo ao redor do vulcão Mount Sinabung, depois da emissão de uma enorme nuvem de cinzas, sua maior erupção neste ano.O alerta emitido foi o vermelho, o mais alto da escala, e autoridades indonésias afirmam que a nuvem de cinzas atingiu 7.276 metros.Nur Isnin Is...

  • Suspeitos de matar PM em Montes Claros são mortos em troca de tiros
Suspeitos de matar PM em Montes Claros são mortos em troca de tiros
19/02/2018/ 16:38:31

Dois suspeitos de ter envolvimento no homicídio do militar acabaram morrendo nesta segunda-feira em uma troca de tiros com a Polícia Militar (PM). Conforme a corporação, os militares foram verificar uma denúncia e a dupla os recebeu à tiros. Duas armas de fogo foram apreendidas.O policial trabalhava há dois anos na ...