Noticias
Tasso Jereissati se lança para disputa no PSDB
  • Tasso Jereissati se lança para disputa no PSDB

O senador Tasso Jereissati (CE) vai lançar oficialmente a sua candidatura à presidência do PSDB em evento marcada para esta quarta-feira, 8, às 11 horas, no Senado. O evento foi anunciado pelo líder da legenda na Câmara, Ricardo Tripoli (SP). Nesta terça-feira, 7, Jereissati admitiu a senadores tucanos que vai disputar a vaga do senador Aécio Neves (MG) com o governador Marconi Perillo (GO).

Com o partido dividido, os tucanos tentam convencer um dos dois a desistir da candidatura. Em conversas reservadas, Perillo sugeriu a Tasso que ele deveria disputar o governo do Estado e desistir da eleição para a presidência da sigla. O senador cearense, que preside internamente o PSDB, por outro lado, usa o argumento de que possui a maioria dos parlamentares tucanos ao seu lado.

"Falei com Tasso sobre a importância de construirmos convergências antes da convenção. Temos pensamentos muito próximos, ele mais contundente em alguns pontos, eu, em outros", declarou Perillo à imprensa depois da reunião. O governador disse que, daqui para frente, fará um "exercício de busca de caminhos para convergência".

Um dos pontos de divergência entre os dois lados é a permanência ou não do PSDB na base do governo do presidente Michel Temer. "Esse é um tema que precisa ser resolvido, precisa apenas estabelecer critérios e datas", afirmou Perillo.

Outro ponto de discordância é sobre qual discurso deve ser adotado pelo partido. O grupo de Tasso defende que o PSDB precisa fazer uma autocrítica, o que gera reações negativas dentro de algumas alas do partido. A posição senador é a mesma do ex-presidente Fernando Henrique Cardoso que recentemente cobrou uma mudança de postura do partido.

Perillo avaliou que é "honesto" o partido dizer que errou "aqui ou acolá", mas ponderou que prefere falar dos acertos. Para Tasso, o maior foco de divergência é na "ênfase" de cada grupo sobre alguns pontos. "Marconi é mais hábil do que eu. Sou mais enfático e acho que a gente tem que deixar determinadas posições muito bem marcadas diante da oposição pública."

O senador cearense também defende que haja uma candidatura única até a convenção do partido, em dezembro. "Espero que a gente não tenha nenhuma briga de arranhão, puxar cabelo, nada disso", brincou. Tasso destacou que ele tem compromisso com uma parcela da legenda que "defende alguns pontos de vista que não são os mesmos defendidos por outras parcelas".

Previdência. O presidente licenciado do PSDB, Aécio Neves, defendeu ontem durante a reunião da bancada a permanência na base aliada do governo para ajudar a aprovar a reforma da Previdência. Logo depois, Tasso voltou a dizer que Temer perdeu as condições de aprovar a reforma. O presidente interino do PSDB disse que se o peemedebista tivesse saído na primeira denúncia da Procuradoria-Geral da República, há seis meses, o presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ) poderia ter mais chances de aprovar as reformas. "Um governo que está, de alguma maneira, politicamente enfraquecido, com um desgaste gigantesco não tem condições de levar adiante reformas realmente profundas que o País precisa", disse Tasso.

O Tempo/Liberdade FM - Foto - Divulgação

08/11/2017/ 13:31:14
Outras Notícias
  • Com intervenção do Exército no Rio, PM reforça fiscalização na divisa
Com intervenção do Exército no Rio, PM reforça fiscalização na divisa
19/02/2018/ 16:53:57

BELO HORIZONTE - A Polícia Militar de Minas reforçou, desde o último sábado (17), o policiamento e o monitoramento na divisa com o Rio de Janeiro para impedir a migração de criminosos cariocas para o Estado, após a intervenção das Forças Armadas na capital fluminense. “A população mineira pode ficar tranquila. Nós n...

  •  Intervenção federal no RJ exigirá mandados de busca coletivos, diz ministro
Intervenção federal no RJ exigirá mandados de busca coletivos, diz ministro
19/02/2018/ 16:51:58

BRASÍLIA - O ministro da Defesa, Raul Jungmann, disse nesta segunda-feira (19) que as operações da intervenção federal na segurança do Rio de Janeiro vão precisar de mandados de busca e apreensão coletivos.Ele explicou que os mandados coletivos vão abranger, em vez de um endereço específico, uma área intei...

  • Megafeira de armas é realizada na Flórida 4 dias após massacre em escola
Megafeira de armas é realizada na Flórida 4 dias após massacre em escola
19/02/2018/ 16:44:46

EUA - Apenas quatro dias após um ex-aluno matar 17 pessoas a tiros em uma escola na Flórida, o Estado americano foi palco de uma megafeira de armas com modelos de todos os tipos acessíveis e demanda aquecida principalmente pelo AR-15, o fuzil usado por Nikolas Cruz, de 19 anos, naquele que é considerado um dos piore...

  • Maia abrirá votação na Câmara hoje falando em 'guerra ao crime'
Maia abrirá votação na Câmara hoje falando em 'guerra ao crime'
19/02/2018/ 16:42:24

BRASÍLIA - O presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ), preparou um discurso para a abertura da sessão do plenário nesta segunda-feira (19), que votará o decreto de intervenção federal no Rio de Janeiro.O blog obteve trechos do discurso. Em um dos trechos, Maia dirá aos parlamentares que "estamos numa guerra ...

  • Indonésia emite alertas de aviação após vulcão expelir nuvem de fumaça
Indonésia emite alertas de aviação após vulcão expelir nuvem de fumaça
19/02/2018/ 16:40:00

A Indonésia emitiu, nesta segunda-feira (19), alertas de voo ao redor do vulcão Mount Sinabung, depois da emissão de uma enorme nuvem de cinzas, sua maior erupção neste ano.O alerta emitido foi o vermelho, o mais alto da escala, e autoridades indonésias afirmam que a nuvem de cinzas atingiu 7.276 metros.Nur Isnin Is...

  • Suspeitos de matar PM em Montes Claros são mortos em troca de tiros
Suspeitos de matar PM em Montes Claros são mortos em troca de tiros
19/02/2018/ 16:38:31

Dois suspeitos de ter envolvimento no homicídio do militar acabaram morrendo nesta segunda-feira em uma troca de tiros com a Polícia Militar (PM). Conforme a corporação, os militares foram verificar uma denúncia e a dupla os recebeu à tiros. Duas armas de fogo foram apreendidas.O policial trabalhava há dois anos na ...