Noticias
Com impasse no PSDB, Temer avalia antecipar troca de ministros
  • Com impasse no PSDB, Temer avalia antecipar troca de ministros

O presidente Michel Temer admite em conversas reservadas com auxiliares antecipar a reforma ministerial do seu governo para janeiro – e não mais em março, como estava sendo desenhado.

Segundo interlocutores do presidente, o Planalto avalia que não pode ficar a reboque da movimentação do PSDB de desembarque do governo. Os tucanos discutem deixar o governo em dezembro.

Inclusive, o movimento foi defendido pelo ex-presidente da República Fernando Henrique em artigo publicado no último final de semana.

Um auxiliar de Temer afirmou ao Blog que, se a reforma ocorrer em janeiro, não incluirá apenas o PSDB, mas outros partidos. "Outras cadeiras entrarão na dança, será uma mexida ampla", enfatizou.

A reforma é uma cobrança dos partidos, principalmente do "Centrão", para apoiar a pauta do ajuste fiscal e das reformas, como a da Previdência.

Deputados que cobiçam as pastas se queixam do "timing" do governo, março, para a reforma. Afirmam que se o Planalto deixar as trocas para a véspera da eleição, a reforma será inócua.

Discurso

Sobre a reforma da Previdência, Temer tem se dedicado a dividir a conta da pauta com os parlamentares. Este é o argumento de auxiliares do presidente para explicar o discurso de que, "sozinho", não aprovará a reforma.

A tônica da fala presidencial foi decidida nesta terça (7) em reunião entre Temer e os ministros Eliseu Padilha (Casa Civil) e Moreira Franco (Secretaria-Geral).

A avaliação do governo é de que a pauta da reforma não pode ficar "apenas no colo" do governo, e os parlamentares precisam se engajar.

" Temer quis passar o seguinte recado: chamamos os deputados para dançar", afirma um assessor presidencial.


G1/Liberdade FM - Foto - Divulgação

08/11/2017/ 13:44:06
Outras Notícias
  • Pedro Parente pede demissão da presidência da Petrobras
Pedro Parente pede demissão da presidência da Petrobras
01/06/2018/ 13:41:23

A Petrobras anunciou a demissão do presidente Pedro Parente na manhã desta sexta-feira. O executivo estava, por volta das 11h30, em reunião com o presidente Michel Temer, no Palácio do Planalto.O encontro - e a demissão - ocorrem após o governo lançar medidas com custo de R$ 13,5 bilhões para baixar o preço do diese...

  • Correios: 15 dias para normalizar entregas no país
Correios: 15 dias para normalizar entregas no país
01/06/2018/ 13:40:17

Os Correios informaram que desde o início da paralisação dos caminhoneiros, o volume de objetos entregues foi aproximadamente 50% menor em comparação com os dias normais de operação.A empresa estatal atribui a redução ao fato de os veículos não terem conseguido chegar ao seu destino por causa de bloqueios ...

  • Thiago Silva herda camisa 2 de Dani Alves e Marcelo vestirá o número 12 na Copa
Thiago Silva herda camisa 2 de Dani Alves e Marcelo vestirá o número 12 na Copa
01/06/2018/ 13:38:13

Neymar com a 10, claro. Gabriel Jesus será o 9. E Thiago Silva herdou a 2 do lesionado Daniel Alves. A seleção brasileira já tem a numeração definida para a Copa do Mundo. Em lista divulgada oficialmente nesta sexta-feira pela CBF, não há grandes novidades em relação às camisas que os jogadores usaram nas Eliminatór...

  • Devedor no rotativo do cartão pagará taxa igual a de cliente regular
Devedor no rotativo do cartão pagará taxa igual a de cliente regular
01/06/2018/ 13:35:35

A partir desta sexta-feira, (1), clientes inadimplentes no rotativo do cartão de crédito passam a pagar a mesma taxa de juros dos consumidores regulares. Em abril, uma resolução do Conselho Monetário Nacional (CMN) limitou e padronizou os juros para essa modalidade, regulamentando decisão do Superior Tribunal d...

  • Dez parlamentares evitam pena com recursos no STF
Dez parlamentares evitam pena com recursos no STF
01/06/2018/ 13:34:19

Dez parlamentares condenados pela Justiça continuam a exercer seus mandatos e não tiveram as penas executadas, pois ainda dispõem de recursos contra a decisão no Supremo Tribunal Federal (STF). Esses processos fazem parte do conjunto de 52 ações penais que permaneceram na Corte mesmo após a restrição ao foro privile...

  • Fiemg já estima perdas de R$ 11,9 bi na economia mineira com a greve de caminhoneiros
Fiemg já estima perdas de R$ 11,9 bi na economia mineira com a greve de caminhoneiros
01/06/2018/ 13:32:49

A greve dos caminhoneiros, que completa seu décimo segundo dia hoje, já acarreta consequências graves para a indústria mineira, conforme dados divulgados ontem pela Federação das Indústrias do Estado de Minas Gerais (Fiemg). De acordo com o órgão, o prejuízo estimado para a economia estadual chega a R$ 11,9 bil...