Noticias
Maia diz que só vota reforma da Previdência com adesão de deputados
  • Maia diz que só vota reforma da Previdência com adesão de deputados

O presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ), reafirmou nesta quarta (8) que não colocará a reforma da Previdência na pauta do plenário, enquanto a proposta não tiver o número de votos suficientes para ser aprovada. Por se tratar de emenda constitucional, a reforma precisa pelo menos de 308 votos favoráveis entre os 513 deputados, em dois turnos de votação.

“Se tiver voto, dá pra votar amanhã, mas não tem voto", disse. "Não podemos ter a irresponsabilidade de pautar de qualquer jeito pra perder, porque essa seria uma sinalização muito ruim paraa sociedade brasileira, a de que não conseguimos acabar com a transferência de renda que existe hoje, dos que ganham menos para os que ganham mais”, afirmou.

O deputado falou à imprensa depois de se reunir com o presidente Michel Temer, no Palácio do Planalto. Também participaram do encontro líderes da base governista, o relator da reforma da Previdência na Câmara, deputado Arthur Maia (PPS-BA), o ministro da Fazenda, Henrique Meirelles e outros integrantes da equipe econômica e política do governo.

Rodrigo Maia ressaltou que o governo não desistiu da reforma e que não vai deixar se empenhar para conseguir aprovar as mudanças na Previdência. Ele destacou, no entanto, que ainda é necessário definir com as lideranças partidárias a forma como a proposta será analisada na Câmara e se poderá ser apresentada em outro formato de proposição legislativa que dependa de menos votos.

“O que está se discutindo, primeiro é de que forma se consegue votar a reforma da Previdência. A matéria vai ser discutida com os líderes, sabendo que eles estão hoje com uma posição contrária. Qual texto será aprovado? Vamos discutir, e quando isso estiver organizado, vamos a plenário com o texto que é possível. Não sei se é um texto maior ou menor, o importante é que temos que construir as condições para aprovar a matéria, para possamos reduzir a grande desigualdade na Previdência brasileira”, afirmou.

O texto da reforma que foi aprovado na comissão especial, e aguarda votação do plenário desde o primeiro semestre, estabelece idade mínima para a aposentadoria de 65 anos para os homens e 62 para as mulheres, com tempo de mínimo de 25 anos de contribuição. Para receber o benefício integral a que tem direito, o trabalhador terá que contribuir para a Previdência Social por 40 anos.


Agência Brasil/Liberdade FM - Foto - Divulgação

08/11/2017/ 13:47:55
Outras Notícias
  • Coutinho assina até 2023 com o Barcelona
Coutinho assina até 2023 com o Barcelona
08/01/2018/ 10:34:40

O jogador mais caro da história do Barcelona. Assim chega Philippe Coutinho, que assinou contrato de cinco anos com o clube – até o fim de 2023 –, na manhã desta segunda-feira, após passar por exames médicos na equipe. Logo após posar para as primeiras fotos, o jogador concedeu uma entrevista coletiva ao lado do pre...

  • Saints batem Panthers e avançam nos playoffs da NFL
Saints batem Panthers e avançam nos playoffs da NFL
08/01/2018/ 10:24:59

Em um jogo emocionante, digno de playoffs da NFL e decidido literalmente na última jogada, o New Orleans Saints venceu o Carolina Panthers por 31 a 26 na batalha da Divisão Sul da NFC. Superada a batalha do Wild Card, Sean Payton e seus comandados seguem para o Meio-Oeste, enfrentando no próximo domingo (14), a part...

  • Seleção de Tite é a mais cara da Copa da Rússia
Seleção de Tite é a mais cara da Copa da Rússia
08/01/2018/ 10:12:56

A seleção brasileira ganhou no último final de semana mais um componente para aumentar o favoritismo para brigar pelo hexacampeonato na Copa do Mundo da Rússia. A transferência de Philippe Coutinho para o Barcelona, no último sábado, faz a equipe do técnico Tite ter o time titular mais valioso entre os 32 participan...

  • Presidenciáveis mudam discurso e defendem posições que antes criticavam
Presidenciáveis mudam discurso e defendem posições que antes criticavam
08/01/2018/ 10:11:20

Rosto velho, roupa nova. A expressão "se não me falha a memória..." deverá ser muito usada neste ano eleitoral. Afinal, "se não me falha a memória", o candidato que hoje prega contra a reforma da Previdência já foi mais simpático às mudanças no setor. "Se não me falha a memória", outro presidenciável que hoje garant...

  • EUA condiciona negociação a fim de testes nucleares na Coreia do Norte
EUA condiciona negociação a fim de testes nucleares na Coreia do Norte
08/01/2018/ 10:09:32

O fim dos testes nucleares norte-coreanos é a principal condição de Washington para negociar com o regime de Pyongyang, afirmou neste domingo (7) a embaixadora americana na ONU, Nikki Haley.Os norte-coreanos "devem interromper seus testes nucleares e concordar em discutir a proibição de suas armas nucleares antes de...

  • Mercado financeiro espera que inflação encerre 2018 em 3,95%
Mercado financeiro espera que inflação encerre 2018 em 3,95%
08/01/2018/ 10:08:32

O mercado financeiro reduziu levemente a projeção para a inflação em 2018. A estimativa para o Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA) - a inflação oficial do país - passou de 3,96% na divulgação da semana passada para 3,95% hoje. Há quatro semanas, a expectativa estava em 4,02% para 2018.A projeção con...