Gospel
Países islâmicos exigem que ONU reconheça Palestina e divida Jerusalém
  • Países islâmicos exigem que ONU reconheça Palestina e divida Jerusalém

A Liga Árabe, união política de 22 nações de governo islâmico, está preparando uma “ofensiva diplomática” cujo objetivo é fazer a Organização das Nações Unidas (ONU) reconhecer a Palestina como nação. Isso incluiria decretar Jerusalém Oriental como sua capital, afirmou o ministro das Relações Exteriores da Jordânia, Ayman Safadi.

Os chanceleres de Egito, Marrocos, Arábia Saudita, Emirados Árabes Unidos, Palestina e Jordânia reuniram-se em Omã. O objetivo é gerar um movimento de oposição à decisão do presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, de reconhecer Jerusalém como capital de Israel. Eles sabem que o domínio islâmico na ONU está consolidado, tendo em vista as constantes resoluções aprovadas na entidade contra Israel.

A questão da mudança de status de Jerusalém já foi votada no Conselho de Segurança da ONU em 18 de dezembro, quando Washington precisou usar seu poder de veto. O assunto foi levado para a Assembleia Geral da ONU, onde 128 países decidiram torná-la “nula e sem efeito”. Mesmo assim, Trump não voltou atrás.

Após o encontro deste sábado (6) o secretário-geral da Liga Árabe, Ahmed Abul Gheit anunciou a realização de uma “reunião ministerial ampliada” no fim de janeiro. Por sua vez, o rei Abdullah II, da Jordânia, disse que a questão de Jerusalém é fundamental para “um acordo de paz justo e duradouro” entre palestinos e israelenses. Para ele, a mediação dos EUA está ameaçada pelo viés israelense demonstrado pelo atual presidente, mas não disse que poderia assumir esse papel.

A Jordânia é o país responsável por atuar como “guardiã dos lugares sagrados do Islã” e desde 1967 tem o controle do Monte do Templo. Para os jordanianos, a decisão de Trump é “uma violação do direito internacional”. O ministro Safadi insiste que “segundo as leis internacionais, Jerusalém é um território ocupado”.

“Tentaremos obter (…) [na ONU] o reconhecimento de um Estado palestino, com Jerusalém Oriental como sua capital, obedecendo a delimitação das fronteiras de junho de 1967”, afirmaram os representantes da Liga Árabe. A posição anunciada agora repete o que foi decidido na cúpula extraordinária da Organização para a Cooperação Islâmica (OCI), em Istambul, dia 13 de dezembro, sob a liderança do presidente da Turquia, Recep Tayyip Erdogan.

Atualmente, a Palestina, um estado não contíguo, que reúne a Faixa de Gaza e a Cisjordânia, possui o status de “estado observador” e não é reconhecida como nação pela maioria dos países. O Brasil foi o primeiro país não islâmico a hospedar uma embaixada pelestina em seu território.

O reconhecimento pela ONU da Palestina como uma nação independente resultaria em uma disputa armada pelos territórios disputados com Israel. Caso sejam observadas as linhas de demarcação de 1967, Jerusalém seria necessariamente dividida em duas.

O primeiro-ministro Benjamin Netanyahu já declarou diversas vezes que seu país não abriria mão de Jerusalém, que completou 50 anos de unificação em 2017. Após o final da Guerra dos Seis Dias, em 1967, Israel retomou da Jordânia a porção ocidental da cidade. Com informações de Times of Israel

Gospel Prime/Liberdade FM - Foto - Divulgação

08/01/2018/ 09:33:59
Outras Notícias
  • Snoop Dogg canta rap sobre novo nascimento e aumenta especulações
Snoop Dogg canta rap sobre novo nascimento e aumenta especulações
04/07/2018/ 10:28:16

O gospel como gênero musical é uma invenção norte-americana. O ritmo dos corais negros das igrejas tornaram-se populares no início do século passado e com o tempo foram forjando um estilo próprio. Isso não significa que todos que cantem músicas nesse ritmo sejam, necessariamente, evangélicos comprometidos. O caso ma...

  • Em lágrimas, Bruna Karla pede apoio a evangélicos e mostra sensibilidade
Em lágrimas, Bruna Karla pede apoio a evangélicos e mostra sensibilidade
04/07/2018/ 10:26:23

A cantora gospel Bruna Karla convocou seus seguidores e evangélicos de todo o Brasil, para orarem por um grupo de 12 meninos e o seu treinador, que estão presos dentro de uma caverna na Tailândia.Bruna Karla escreveu um post emocionante sobre o caso na madrugada desta Terça-Feira (03), disse estar chorando...

  • Damares toma decisão e aceita convite da Globo após morte do pai
Damares toma decisão e aceita convite da Globo após morte do pai
04/07/2018/ 10:24:32

A cantora gospel Damares será a entrevistada desta semana no “Promessas no G1“. Damares estará falando sobre sua carreira e irá cantar alguns dos seus maiores sucessos.Damares também irá falar sobre a dor de perder o seu pai recentemente. O Pastor Antonio morreu no dia 27 de Maio, depois de complicaçõ...

  • “Deus cuida de mim”: pagodeiro Thiaguinho regrava gospel
“Deus cuida de mim”: pagodeiro Thiaguinho regrava gospel
04/07/2018/ 10:23:10

Após o sucesso da regravação do hit “Ninguém Explica Deus” pelos sertanejos Marcos e Belutti, o projeto Analaga Praise, do produtor Dudu Borges apresenta agora o pagodeiro Thiaguinho com uma nova versão da canção “Deus Cuida de Mim”, do pastor e cantor gospel Kleber Lucas.Em seu perfil nas redes sociais, o ex-vocali...

  • Situação dos meninos presos em caverna são oportunidade de evangelismo, diz missionário
Situação dos meninos presos em caverna são oportunidade de evangelismo, diz missionário
04/07/2018/ 10:21:47

A situação do time de futebol infantil que ficou preso em uma caverna na Tailândia está chamando a atenção do mundo. Os 12 meninos e seu treinador de futebol estavam desaparecidos desde 23 de junho. Encontrados nove dias depois, após intensas buscas, eles poderão ficar meses presos ali devido às condições climá...

  • Projeto Norte: revelação da música cristã lança seu primeiro EP
Projeto Norte: revelação da música cristã lança seu primeiro EP
22/06/2018/ 13:05:05

Em um disco de estreia com 6 faixas, o Projeto Norte se apresenta com o disco “Experimente a Jornada”, com distribuição pela gravadora Sony Music Gospel.Formado por Igor Montijo (voz e violão), Dan Martins (banjo e baixos), Filippe Trindade (guitarra) e Bruno Martins (bateria), o grupo segue um estilo influenciado p...