Noticias
Saints batem Panthers e avançam nos playoffs da NFL
  • Saints batem Panthers e avançam nos playoffs da NFL

Em um jogo emocionante, digno de playoffs da NFL e decidido literalmente na última jogada, o New Orleans Saints venceu o Carolina Panthers por 31 a 26 na batalha da Divisão Sul da NFC. Superada a batalha do Wild Card, Sean Payton e seus comandados seguem para o Meio-Oeste, enfrentando no próximo domingo (14), a partir das 19h40 (horário de Brasília), o Minnesota Vikings na Divisional Series da NFC. Já Ron Rivera e os Panthers encaram agora uma longa inter-temporada.

A primeira campanha dos Saints nada rendeu e, com apenas dois minutos corridos, Cam Newton entrou em campo com o ataque dos Panthers. A defesa dos donos da casa também brilhou, e após apenas um first down e a lesão de Devin Funchess, que torceu o tornozelo ao tentar uma recepção no canto do campo, os visitantes devolveram a bola. Brees não teve sucesso, devolveu a bola e Newton começou a marchar pelo campo.

Com bons passes de média distância, um belo screen para Kaelin Clay e a segurança de Greg Olsen, os Panthers cuidaram da bola por quase oito minutos e chegaram à marca de sete jardas. E, de repente, tudo começou a dar errado. Clay dropou um lindo passe de Cam Newton para o canto da end zone na terceira descida e, na sequência, o confiável Graham Gano errou um chute de apenas 25 jardas, mandando a bola muito à direita e mantendo o empate.

A lei do ex e o ditado ‘quem não faz, toma’ nunca foram tão verdadeiros na NFL como na sequência. Saindo da linha de 20 jardas, Brees errou o primeiro passe (curto, na direção de Mark Ingram) e em seguida mandou uma bomba na direção de Ted Ginn Jr. O veloz wide receiver, ex-jogador dos Panthers, fez sua parte, vencendo a cobertura do safety Kurt Coleman e disparando rumo ao TD que fez explodir a torcida que lotou o Mercedes-Benz Superdome para o primeiro jogo de pleyoffs dos Saints em casa desde 2011.

A campanha seguinte dos Panthers terminou apenas no segundo período. Uma recepção de Olsen e uma interferência defensiva em longo passe de Newton para Clay colocaram o time na red zone, mas novamente faltou o último avanço. Gano foi chamado e desta vez não decepcionou, guardando o field goal de 7 jardas para colocar o placar em 7 a 3. Brees voltou a campo disposto a ampliar a vantagem e mostrar porque é um dos melhores QBs da liga.

Ele marchou pelo campo por cinco minutos e, sem render-se até à perda de Andrus Peat, peça-chave da linha ofensiva dos Saints, os donos da casa chegaram à red zone. Um belo passe de Brees para o canto do campo encontrou Josh Hill livre para anotar o segundo TD da noite. Carolina, por outro lado, repetiu o drive anterior, cruzando o campo até a red zone e falhando na hora de cruzar o plano de gol. Resultado: outro chute de Gano, esse de 39 jardas, colocando o placar em 14 a 6 com pouco menos de três minutos para o intervalo.

Infelizmente para os visitantes, isso é tempo demais para o pequeno QB que estudou em Purdue. O drive resume em parte o brilhantismo de Drew Brees na carreira: sempre tranquilo no pocket, com passes para cima (por conta da baixa estatura), sem desespero e colocando a bola em locais acessíveis apenas aos seus wide receivers. Um passe sensacional para Michael Thomas levou a bola à linha de uma jarda, e coube ao fullback Zach Line anotar o terceiro TD da noite.

Os Panthers ainda receberam a bola, e Newton conseguiu colocar o time na área de field goal, permitindo a Gano brilhar com um chute de 58 jardas. Assim, os dois times foram aos vestiários com larga vantagem dos Saints: 21 a 9. A primeira campanha do segundo tempo, com a bola pertencendo as visitantes, seguiu o mesmo modelo das anteriores: sucesso até a última parte do campo, falha na hora de chegar à end zone e um FG curto, desta vez de 29 jardas, reduzindo a diferença para nove pontos.

Brees seguiu quente, e contou com a sorte e a presença de espírito de Mark Ingram para manter a campanha seguinte viva, pois o running back recuperou o fumble sofrido por Brandon Coleman. Um intentional grounding do QB na 3ª descida acabou com o sonho do TD, mas Wil Lutz conectou o primeiro field goal da noite, uma patada de 57 jardas que colocou o placar em 24 a 12.

Os dois times trocaram campanhas com domínio defensivo e, mesmo sentindo dores no pé direito, Cam Newton voltou a campo com um minuto e meio para o fim do 3º quarto, saindo das 32 jardas de seu campo de defesa. O drive cruzou o intervalo para o 4º período, incluiu um belo passe para Greg Olsen em uma 3ª para uma jarda e terminou, finalmente, na terra desejada, fruto de outra conexão Cam-Greg, essa para as 14 jardas finais, com a diferença caindo para cinco pontos.


The Playoffs/Liberdade FM - Foto - Divulgação

08/01/2018/ 10:24:59
Outras Notícias
  • Brasil vence a Costa Rica com gols no fim e desencanta na Copa
Brasil vence a Costa Rica com gols no fim e desencanta na Copa
22/06/2018/ 13:25:25

Com muito drama, muita dificuldade e tensão o Brasil conquistou sua primeira vitória na Copa do Mundo da Rússia na manhã desta sexta-feira (22). Superando uma barreira de forte marcação da Costa Rica, a Seleção Brasileira venceu por 2 a 0 em São Petersburgo e assumiu a liderança provisória do Grupo E com quatro pont...

  • Puxada por greve, energia e gasolina, prévia do IPCA atinge 1,37%
Puxada por greve, energia e gasolina, prévia do IPCA atinge 1,37%
22/06/2018/ 13:23:55

A disparada do preço da gasolina nos postos de combustível, principalmente após o término da greve dos caminhoneiros, e a alta da tarifa de energia elétrica levaram a prévia da inflação oficial na Região Metropolitana de Belo Horizonte (RMBH) a atingir neste mês o maior percentual desde 2012 entre as 11 áreas pesqui...

  • Em nova fase, 'Lava Jato' prende ex-diretor da Petroquisa
Em nova fase, 'Lava Jato' prende ex-diretor da Petroquisa
22/06/2018/ 13:22:47

Foi deflagrada na quinta-feira (21) a Operação Greenwich, 52.ª fase da 'Lava Jato', para a apuração de crimes contra subsidiárias da Petrobras. Entre os presos está o ex-diretor de Novos Negócios da Petrobras Química S/A (Petroquisa) Djalma Rodrigues de Souza. A prisão preventiva foi autorizada pelo juiz da 13.ª Var...

  • Caixa volta atrás e mantém pagamento de conta de luz em lotéricas, por enquanto
Caixa volta atrás e mantém pagamento de conta de luz em lotéricas, por enquanto
22/06/2018/ 13:21:26

A Caixa Econômica Federal voltou atrás e enviou comunicado aos lotéricos informando que eles poderão manter o pagamento de boletos da Companhia Energética de Minas Gerais (Cemig). Na mensagem, o banco público informa que abriu negociações com a Cemig e que, enquanto elas não forem concluídas, o pagamento poderá...

  • Aprovado em exames, Emre Can assina contrato de quatro anos com a Juventus
Aprovado em exames, Emre Can assina contrato de quatro anos com a Juventus
22/06/2018/ 13:19:32

Pouco depois de ser aprovado em exames médicos realizados horas mais cedo, o meio-campista Emre Can assinou contrato de quatro anos com a Juventus nesta quinta-feira (21). O jogador alemão terminará de cumprir o seu contrato com o Liverpool no próximo dia 30 e, consequentemente, ficará livre para atuar pela sua nova...

  • Brasileiro trabalha 4 vezes mais que alemão pra comprar camisa da Seleção, aponta pesquisa
Brasileiro trabalha 4 vezes mais que alemão pra comprar camisa da Seleção, aponta pesquisa
22/06/2018/ 13:17:45

SÓCHI (Rússia) - A Seleção Brasileira e o time da Alemanha já podem se enfretar logo de cara nas oitavas da Copa do Mundo, fazendo um "revival" dos 7 a 1. Mas, antes desta possível vingança, o Brasil levou outra goleada dos germânicos. Utilizando o salário mínimo como base, um estudo chegou à conclusão: o brasileir ...