Noticias
Saints batem Panthers e avançam nos playoffs da NFL
  • Saints batem Panthers e avançam nos playoffs da NFL

Em um jogo emocionante, digno de playoffs da NFL e decidido literalmente na última jogada, o New Orleans Saints venceu o Carolina Panthers por 31 a 26 na batalha da Divisão Sul da NFC. Superada a batalha do Wild Card, Sean Payton e seus comandados seguem para o Meio-Oeste, enfrentando no próximo domingo (14), a partir das 19h40 (horário de Brasília), o Minnesota Vikings na Divisional Series da NFC. Já Ron Rivera e os Panthers encaram agora uma longa inter-temporada.

A primeira campanha dos Saints nada rendeu e, com apenas dois minutos corridos, Cam Newton entrou em campo com o ataque dos Panthers. A defesa dos donos da casa também brilhou, e após apenas um first down e a lesão de Devin Funchess, que torceu o tornozelo ao tentar uma recepção no canto do campo, os visitantes devolveram a bola. Brees não teve sucesso, devolveu a bola e Newton começou a marchar pelo campo.

Com bons passes de média distância, um belo screen para Kaelin Clay e a segurança de Greg Olsen, os Panthers cuidaram da bola por quase oito minutos e chegaram à marca de sete jardas. E, de repente, tudo começou a dar errado. Clay dropou um lindo passe de Cam Newton para o canto da end zone na terceira descida e, na sequência, o confiável Graham Gano errou um chute de apenas 25 jardas, mandando a bola muito à direita e mantendo o empate.

A lei do ex e o ditado ‘quem não faz, toma’ nunca foram tão verdadeiros na NFL como na sequência. Saindo da linha de 20 jardas, Brees errou o primeiro passe (curto, na direção de Mark Ingram) e em seguida mandou uma bomba na direção de Ted Ginn Jr. O veloz wide receiver, ex-jogador dos Panthers, fez sua parte, vencendo a cobertura do safety Kurt Coleman e disparando rumo ao TD que fez explodir a torcida que lotou o Mercedes-Benz Superdome para o primeiro jogo de pleyoffs dos Saints em casa desde 2011.

A campanha seguinte dos Panthers terminou apenas no segundo período. Uma recepção de Olsen e uma interferência defensiva em longo passe de Newton para Clay colocaram o time na red zone, mas novamente faltou o último avanço. Gano foi chamado e desta vez não decepcionou, guardando o field goal de 7 jardas para colocar o placar em 7 a 3. Brees voltou a campo disposto a ampliar a vantagem e mostrar porque é um dos melhores QBs da liga.

Ele marchou pelo campo por cinco minutos e, sem render-se até à perda de Andrus Peat, peça-chave da linha ofensiva dos Saints, os donos da casa chegaram à red zone. Um belo passe de Brees para o canto do campo encontrou Josh Hill livre para anotar o segundo TD da noite. Carolina, por outro lado, repetiu o drive anterior, cruzando o campo até a red zone e falhando na hora de cruzar o plano de gol. Resultado: outro chute de Gano, esse de 39 jardas, colocando o placar em 14 a 6 com pouco menos de três minutos para o intervalo.

Infelizmente para os visitantes, isso é tempo demais para o pequeno QB que estudou em Purdue. O drive resume em parte o brilhantismo de Drew Brees na carreira: sempre tranquilo no pocket, com passes para cima (por conta da baixa estatura), sem desespero e colocando a bola em locais acessíveis apenas aos seus wide receivers. Um passe sensacional para Michael Thomas levou a bola à linha de uma jarda, e coube ao fullback Zach Line anotar o terceiro TD da noite.

Os Panthers ainda receberam a bola, e Newton conseguiu colocar o time na área de field goal, permitindo a Gano brilhar com um chute de 58 jardas. Assim, os dois times foram aos vestiários com larga vantagem dos Saints: 21 a 9. A primeira campanha do segundo tempo, com a bola pertencendo as visitantes, seguiu o mesmo modelo das anteriores: sucesso até a última parte do campo, falha na hora de chegar à end zone e um FG curto, desta vez de 29 jardas, reduzindo a diferença para nove pontos.

Brees seguiu quente, e contou com a sorte e a presença de espírito de Mark Ingram para manter a campanha seguinte viva, pois o running back recuperou o fumble sofrido por Brandon Coleman. Um intentional grounding do QB na 3ª descida acabou com o sonho do TD, mas Wil Lutz conectou o primeiro field goal da noite, uma patada de 57 jardas que colocou o placar em 24 a 12.

Os dois times trocaram campanhas com domínio defensivo e, mesmo sentindo dores no pé direito, Cam Newton voltou a campo com um minuto e meio para o fim do 3º quarto, saindo das 32 jardas de seu campo de defesa. O drive cruzou o intervalo para o 4º período, incluiu um belo passe para Greg Olsen em uma 3ª para uma jarda e terminou, finalmente, na terra desejada, fruto de outra conexão Cam-Greg, essa para as 14 jardas finais, com a diferença caindo para cinco pontos.


The Playoffs/Liberdade FM - Foto - Divulgação

08/01/2018/ 10:24:59
Outras Notícias
  • Goleiro Fábio volta a La Bombonera em caminhada pela consagração na Libertadores
Goleiro Fábio volta a La Bombonera em caminhada pela consagração na Libertadores
19/09/2018/ 09:50:37

BUENOS AIRES – As quatro vitórias como visitante nos confrontos já disputados pelas Copas do Brasil e Libertadores em 2018 estão longe de ser um mérito ofensivo do Cruzeiro. Muito pelo contrario. Com apenas um gol sofrido nesses jogos de mata-mata pelas duas competições, a importância do setor defensivo do time de M...

  • Resgate de museu demorará anos e pode ter ajuda de 3D
Resgate de museu demorará anos e pode ter ajuda de 3D
19/09/2018/ 09:48:13

Segundo a Diretora da Organização das Nações Unidas para a Educação, a Ciência e a Cultura (Unesco) no Brasil, Marlova Jovchelovitch Noleto, o Museu Nacional, que teve a maior parte da estrutura destruída por um incêndio neste mês, tem um backup atualizado em fevereiro de todo o acervo, o que permitirá que, mesmo qu...

  • Tufão Mangkhut já matou 81 pessoas nas Filipinas
Tufão Mangkhut já matou 81 pessoas nas Filipinas
19/09/2018/ 09:46:16

O número de mortos com a passagem do tufão Mangkhut pelas Filipinas subiu nesta quarta-feira (19) para 81, informaram as autoridades, enquanto os socorristas prosseguem em sua busca de desaparecidos sob toneladas de lama trazidas por um deslizamento de terra. O mais potente no mundo desde o início do ano, o tuf...

  • Bolsonaro 'permanece estável' e sem alimentação oral, diz hospital
Bolsonaro 'permanece estável' e sem alimentação oral, diz hospital
17/09/2018/ 18:41:59

O candidato à Presidência da República, Jair Bolsonaro, permanece internado na unidade semi-intensiva de acordo com boletim médico divulgado há pouco pelo Hospital Israelita Albert Einstein, onde ele permanece desde o último dia 7. Seu quadro clínico continua estável e sem intercorrências.Bolsonaro...

  • Prisão de Lula 'dificilmente' será derrubada por recurso a ser julgado no STF, diz Toffoli
Prisão de Lula 'dificilmente' será derrubada por recurso a ser julgado no STF, diz Toffoli
17/09/2018/ 18:40:09

O presidente do Supremo Tribunal Federal (STF), Dias Toffoli, afirmou nesta segunda-feira (17) que “dificilmente” a prisão de Luiz Inácio Lula da Silva será derrubada no julgamento em plenário de recurso apresentado pela defesa do ex-presidente.No recurso, a defesa tenta reverter decisão do próprio plenário que, em ...

  • Alckmin promete escola a todas as crianças de 4 e 5 anos
Alckmin promete escola a todas as crianças de 4 e 5 anos
17/09/2018/ 18:38:03

O candidato do PSDB à Presidência da República, Geraldo Alckmin, afirmou nesta segunda-feira (17), em Brasília, que, se eleito, vai garantir vagas na pré-escola para todas as crianças de 4 e 5 anos. O candidato também prometeu acesso à creche para crianças de até 3 anos.Ele se encontrou com a representante do F...