Noticias
Saints batem Panthers e avançam nos playoffs da NFL
  • Saints batem Panthers e avançam nos playoffs da NFL

Em um jogo emocionante, digno de playoffs da NFL e decidido literalmente na última jogada, o New Orleans Saints venceu o Carolina Panthers por 31 a 26 na batalha da Divisão Sul da NFC. Superada a batalha do Wild Card, Sean Payton e seus comandados seguem para o Meio-Oeste, enfrentando no próximo domingo (14), a partir das 19h40 (horário de Brasília), o Minnesota Vikings na Divisional Series da NFC. Já Ron Rivera e os Panthers encaram agora uma longa inter-temporada.

A primeira campanha dos Saints nada rendeu e, com apenas dois minutos corridos, Cam Newton entrou em campo com o ataque dos Panthers. A defesa dos donos da casa também brilhou, e após apenas um first down e a lesão de Devin Funchess, que torceu o tornozelo ao tentar uma recepção no canto do campo, os visitantes devolveram a bola. Brees não teve sucesso, devolveu a bola e Newton começou a marchar pelo campo.

Com bons passes de média distância, um belo screen para Kaelin Clay e a segurança de Greg Olsen, os Panthers cuidaram da bola por quase oito minutos e chegaram à marca de sete jardas. E, de repente, tudo começou a dar errado. Clay dropou um lindo passe de Cam Newton para o canto da end zone na terceira descida e, na sequência, o confiável Graham Gano errou um chute de apenas 25 jardas, mandando a bola muito à direita e mantendo o empate.

A lei do ex e o ditado ‘quem não faz, toma’ nunca foram tão verdadeiros na NFL como na sequência. Saindo da linha de 20 jardas, Brees errou o primeiro passe (curto, na direção de Mark Ingram) e em seguida mandou uma bomba na direção de Ted Ginn Jr. O veloz wide receiver, ex-jogador dos Panthers, fez sua parte, vencendo a cobertura do safety Kurt Coleman e disparando rumo ao TD que fez explodir a torcida que lotou o Mercedes-Benz Superdome para o primeiro jogo de pleyoffs dos Saints em casa desde 2011.

A campanha seguinte dos Panthers terminou apenas no segundo período. Uma recepção de Olsen e uma interferência defensiva em longo passe de Newton para Clay colocaram o time na red zone, mas novamente faltou o último avanço. Gano foi chamado e desta vez não decepcionou, guardando o field goal de 7 jardas para colocar o placar em 7 a 3. Brees voltou a campo disposto a ampliar a vantagem e mostrar porque é um dos melhores QBs da liga.

Ele marchou pelo campo por cinco minutos e, sem render-se até à perda de Andrus Peat, peça-chave da linha ofensiva dos Saints, os donos da casa chegaram à red zone. Um belo passe de Brees para o canto do campo encontrou Josh Hill livre para anotar o segundo TD da noite. Carolina, por outro lado, repetiu o drive anterior, cruzando o campo até a red zone e falhando na hora de cruzar o plano de gol. Resultado: outro chute de Gano, esse de 39 jardas, colocando o placar em 14 a 6 com pouco menos de três minutos para o intervalo.

Infelizmente para os visitantes, isso é tempo demais para o pequeno QB que estudou em Purdue. O drive resume em parte o brilhantismo de Drew Brees na carreira: sempre tranquilo no pocket, com passes para cima (por conta da baixa estatura), sem desespero e colocando a bola em locais acessíveis apenas aos seus wide receivers. Um passe sensacional para Michael Thomas levou a bola à linha de uma jarda, e coube ao fullback Zach Line anotar o terceiro TD da noite.

Os Panthers ainda receberam a bola, e Newton conseguiu colocar o time na área de field goal, permitindo a Gano brilhar com um chute de 58 jardas. Assim, os dois times foram aos vestiários com larga vantagem dos Saints: 21 a 9. A primeira campanha do segundo tempo, com a bola pertencendo as visitantes, seguiu o mesmo modelo das anteriores: sucesso até a última parte do campo, falha na hora de chegar à end zone e um FG curto, desta vez de 29 jardas, reduzindo a diferença para nove pontos.

Brees seguiu quente, e contou com a sorte e a presença de espírito de Mark Ingram para manter a campanha seguinte viva, pois o running back recuperou o fumble sofrido por Brandon Coleman. Um intentional grounding do QB na 3ª descida acabou com o sonho do TD, mas Wil Lutz conectou o primeiro field goal da noite, uma patada de 57 jardas que colocou o placar em 24 a 12.

Os dois times trocaram campanhas com domínio defensivo e, mesmo sentindo dores no pé direito, Cam Newton voltou a campo com um minuto e meio para o fim do 3º quarto, saindo das 32 jardas de seu campo de defesa. O drive cruzou o intervalo para o 4º período, incluiu um belo passe para Greg Olsen em uma 3ª para uma jarda e terminou, finalmente, na terra desejada, fruto de outra conexão Cam-Greg, essa para as 14 jardas finais, com a diferença caindo para cinco pontos.


The Playoffs/Liberdade FM - Foto - Divulgação

08/01/2018/ 10:24:59
Outras Notícias
  • Coutinho assina até 2023 com o Barcelona
Coutinho assina até 2023 com o Barcelona
08/01/2018/ 10:34:40

O jogador mais caro da história do Barcelona. Assim chega Philippe Coutinho, que assinou contrato de cinco anos com o clube – até o fim de 2023 –, na manhã desta segunda-feira, após passar por exames médicos na equipe. Logo após posar para as primeiras fotos, o jogador concedeu uma entrevista coletiva ao lado do pre...

  • Seleção de Tite é a mais cara da Copa da Rússia
Seleção de Tite é a mais cara da Copa da Rússia
08/01/2018/ 10:12:56

A seleção brasileira ganhou no último final de semana mais um componente para aumentar o favoritismo para brigar pelo hexacampeonato na Copa do Mundo da Rússia. A transferência de Philippe Coutinho para o Barcelona, no último sábado, faz a equipe do técnico Tite ter o time titular mais valioso entre os 32 participan...

  • Presidenciáveis mudam discurso e defendem posições que antes criticavam
Presidenciáveis mudam discurso e defendem posições que antes criticavam
08/01/2018/ 10:11:20

Rosto velho, roupa nova. A expressão "se não me falha a memória..." deverá ser muito usada neste ano eleitoral. Afinal, "se não me falha a memória", o candidato que hoje prega contra a reforma da Previdência já foi mais simpático às mudanças no setor. "Se não me falha a memória", outro presidenciável que hoje garant...

  • EUA condiciona negociação a fim de testes nucleares na Coreia do Norte
EUA condiciona negociação a fim de testes nucleares na Coreia do Norte
08/01/2018/ 10:09:32

O fim dos testes nucleares norte-coreanos é a principal condição de Washington para negociar com o regime de Pyongyang, afirmou neste domingo (7) a embaixadora americana na ONU, Nikki Haley.Os norte-coreanos "devem interromper seus testes nucleares e concordar em discutir a proibição de suas armas nucleares antes de...

  • Mercado financeiro espera que inflação encerre 2018 em 3,95%
Mercado financeiro espera que inflação encerre 2018 em 3,95%
08/01/2018/ 10:08:32

O mercado financeiro reduziu levemente a projeção para a inflação em 2018. A estimativa para o Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA) - a inflação oficial do país - passou de 3,96% na divulgação da semana passada para 3,95% hoje. Há quatro semanas, a expectativa estava em 4,02% para 2018.A projeção con...

  • Depois de Huck, Datena é convidado para ser candidato à presidência
Depois de Huck, Datena é convidado para ser candidato à presidência
08/01/2018/ 10:06:17

O jornalista José Luiz Datena e o Partido Republicano Progressista (PRP) irão se reunir na próxima segunda-feira. O partido irá propor ao apresentador do programa Brasil Urgente (BAND) uma pré-candidatura à Presidência da República.Procurado pelo Estado, Datena, que é filiado ao PRP, se disse surpreso e lisonjeado p...