Noticias
Devedor no rotativo do cartão pagará taxa igual a de cliente regular
  • Devedor no rotativo do cartão pagará taxa igual a de cliente regular

A partir desta sexta-feira, (1), clientes inadimplentes no rotativo do cartão de crédito passam a pagar a mesma taxa de juros dos consumidores regulares. Em abril, uma resolução do Conselho Monetário Nacional (CMN) limitou e padronizou os juros para essa modalidade, regulamentando decisão do Superior Tribunal de Justiça (STJ).

O rotativo é o crédito tomado pelo consumidor quando paga menos que o valor integral da fatura do cartão. O crédito rotativo dura 30 dias. Após esse prazo, as instituições financeiras transferem a dívida para o crédito parcelado.

Até a nova regra entrar em vigor, os clientes que não pagavam pelo menos o valor mínimo da fatura em dia caíam na modalidade de rotativo não regular, com taxa de juros mais cara que a cobrada dos clientes adimplentes (regulares). Em abril, por exemplo, a taxa de juros do rotativo não regular era de 396,9% ao ano e a do regular, 238,7% ao ano, de acordo com dados do Banco Central (BC).

Inadimplentes e adimplentes

Pela nova regra, a taxa de juros do rotativo passa a ser única, tanto para inadimplentes quanto para adimplentes. Mas as instituições poderão cobrar multa e juros de mora, por atraso, como ocorre em qualquer outra operação de crédito. No caso de valores de crédito rotativo já parcelado, a taxa de juros deve ser a da operação de parcelamento.

Por decisão do STJ, os bancos podem cobrar 2% de multa (sobre a dívida total) e 1% ao mês de juros de mora em caso de inadimplência.

Segundo o BC, o objetivo da medida é alinhar as regras dos cartões às normas das demais operações de crédito, que preveem “a manutenção da taxa contratual original em situação de atraso no pagamento”.

Outra mudança definida pelo CMN é que o percentual de pagamento mínimo da fatura deixa de ser determinado em norma (15% até então) e poderá ser estabelecido por cada instituição em função de sua política de crédito e do perfil de seus clientes.

Pelas novas regras, a alteração de limites de crédito e do percentual de pagamento mínimo da fatura deve ser comunicada ao cliente, com, no mínimo, 30 dias de antecedência.

Saldo rotativo

De acordo com os dados do BC, o saldo do rotativo do cartão de crédito chegou a R$ 35,073 bilhões em abril. A maior parte desse valor (58%) era classificada como não regular (R$ 20,340 bilhões).

Em nota, a Associação Brasileira das Empresas de Cartões de Crédito e Serviços (Abecs) disse que a medida do CMN “é positiva para o consumidor, pois permitirá uma redução ainda maior dos juros do cartão de crédito”.

“A medida tende a aumentar a competitividade no setor e possibilita maior eficiência na gestão de risco e concessão de crédito por parte dos emissores de cartão, que passarão a ter maior controle na definição do percentual de pagamento mínimo da fatura”, acrescenta a nota.

Segundo a Abecs, o Banco Central e a associação têm realizado “inúmeras conversas para um melhor entendimento das particularidades desse mercado”. Segundo a associação, essas reuniões permitem ao órgão regulador “implantar medidas que ampliem a eficiência do setor e reduzam o custo de crédito ao consumo, porém com o cuidado de não afetar o equilíbrio do sistema”.


Hoje em Dia/Liberdade FM - Foto - Divulgação

01/06/2018/ 13:35:35
Outras Notícias
  • Tom Brady brilha em sua estreia na pré-temporada
Tom Brady brilha em sua estreia na pré-temporada
20/08/2018/ 11:47:19

Atual MVP da National Football League, Tom Brady teve uma grande estreia na pré-temporada de 2018 e ajudou o seu New England Patriots a derrotar o Philadelphia Eagles pelo placar de 37 a 20. A partida de exibição foi uma reedição do Super Bowl LII, quando os Eagles ficaram com o título.O quarterback astro dos Patrio...

  • Lucro da Caixa cresce 34% no 2º tri e soma R$ 3,4 bilhões
Lucro da Caixa cresce 34% no 2º tri e soma R$ 3,4 bilhões
20/08/2018/ 11:40:52

A Caixa Econômica Federal divulgou nesta segunda-feira (20) que teve um lucro líquido de R$ 3,464 bilhões no 2º trimestre deste ano. O resultado é 33,9% maior que em igual período de 2017. Na comparação com o 1º trimestre (R$ 3,2 bilhões), a alta foi de 8,6%.No acumulado no 1º semestre, o banco federal registrou luc...

  • Maduro corta 5 zeros na moeda para tentar conter hiperinflação
Maduro corta 5 zeros na moeda para tentar conter hiperinflação
20/08/2018/ 11:39:25

Entra em vigor nesta segunda-feira (20) o pacote de medidas do presidente da Venezuela, Nicolás Maduro, para tentar conter a inflação prevista para 1.000.000% neste ano no país. A principal mudança do chamado "Madurazo" será o corte de cinco zeros da moeda local, que passa a se chamar bolíva...

  • Brasileira que estudava medicina no Paraguai é encontrada morta
Brasileira que estudava medicina no Paraguai é encontrada morta
20/08/2018/ 11:35:38

A estudante Erika de Lima Corte, de 29 anos, foi morta na madrugada desta segunda-feira (20) em Pedro Juan Caballero no Paraguai, município que faz fronteira com Ponta Porã, MS, a 326km de Campo Grande. A jovem era brasileira, os documentos de Erika são de Barra do Garças, MT. Segundo a perícia, o corpo tinha marcas...

  • Eleitores com deficiência tem até esta quinta para solicitar voto em trânsito
Eleitores com deficiência tem até esta quinta para solicitar voto em trânsito
20/08/2018/ 11:33:31

Faltando menos de uma semana para o fim do prazo de solicitação de voto em trânsito ou em outra seção, a procura pelo direito está abaixo do esperado em Minas Gerais. Segundo o Tribunal Regional Eleitoral (TRE) do Estado, apenas 86 pessoas com deficiência ou com problemas de mobilidade solicitaram o direito para a v...

  • Mercado mantém previsões para inflação e PIB neste ano
Mercado mantém previsões para inflação e PIB neste ano
20/08/2018/ 11:31:59

Instituições financeiras consultadas pelo Banco Central (BC) mantiveram a estimativa de crescimento da economia e da inflação neste ano. A informação consta da pesquisa Focus, publicação elaborada semanalmente pelo BC, com projeções de instituições financeiras para os principais indicadores econômicos.A estimativa p...