Noticias
PM de Minas estaria maquiando estatísticas de criminalidade
  • PM de Minas estaria maquiando estatísticas de criminalidade

O presidente da Comissão de Segurança Pública da Assembleia Legislativa de Minas Gerais (ALMG), deputado Sargento Rodrigues (PTB), denunciou nesta terça-feira (3), em entrevista à rádio Super Notícia FM, que policiais militares estariam maquiando boletins de ocorrência a mando do Comando de Polícia Militar do Estado de Minas Gerais. A prática teria o objetivo de reduzir as estatísticas de criminalidade. Na noite desta terça-feira, o Ministério Público de Minas Gerais informou que existe uma investigação a respeito de equívocos em registros de Boletins de Ocorrências (BOs). No entanto, o órgão explicou que detalhes só poderiam ser informados nesta quarta-feira (4).

Segundo a denúncia de Rodrigues, em vez de registrar um crime como roubo, por exemplo, o BO estaria sendo preenchido como se o delito cometido se tratasse de um furto. No caso de tentativa de homicídio, os policiais estariam registrando como lesão corporal. A Polícia Militar (PM) nega a prática. 

Apenas neste ano, até maio, foram registrados 1.484 homicídios tentados no Estado, segundo a Secretaria de Segurança Pública (Sesp). Com relação aos roubos, foram 35.253 casos no mesmo período.

O parlamentar afirmou que as denúncias chegam referentes a diversos batalhões da capital e do interior, como Frutal, no Triângulo Mineiro. Nos relatos, policiais teriam contado ao representante da ALMG que as vítimas de roubo, por exemplo, chegam a sofrer uma espécie de pressão psicológica ao registrar o BO. Isso porque os militares perguntam diversas vezes como ocorreu o crime, se o criminoso estava realmente armado e qual arma havia sido usada.

Um policial militar ouvido pela reportagem, que pediu anonimato, confirmou que há a orientação. “O comandante quer reduzir as estatísticas. Isso acontece muito. Piorou demais com a crise financeira pela qual o Estado passa”, afirmou. Para Rodrigues, que diz ter recebido boletins de ocorrência nos quais a maquiagem no delito teria sido feita, três fatores explicam a situação: redução de recursos para a polícia, falta de efetivo e alta do desemprego – que, na visão do parlamentar, aumenta o número de crimes contra o patrimônio.

Na entrevista concedida à rádio, Rodrigues ainda relembrou que, em agosto do ano passado, o promotor Henrique Nogueira Macedo contou em audiência pública que passou por situação semelhante. 

Na ocasião, Macedo chegou em seu carro e deparou-se com um bandido armado, que fugiu. Na ocasião, o suspeito foi preso. No entanto, o crime foi registrado como furto tentado. O promotor revelou que questionou o militar e que ele teria respondido: “Doutor, você sabe como é, se colocar roubo aqui para as estatísticas pega mal para gente”, detalhou Macedo na época. Na terça-feira, a reportagem tentou contato com o promotor, mas não obteve sucesso. 

O sargento acrescentou que vem denunciado a manipulação de dados desde que a PM era comandada pelo coronel Marco Antônio Badaró Bianchini. À reportagem, o coronel informou que prefere não se manifestar, já que desconsidera qualquer manifestação do deputado. 

Análise. Membro do Fórum Brasileiro de Segurança, Robson Sávio informa que, da maneira como o sistema de segurança funciona no Brasil, a possibilidade de suspeição com relação aos registros é uma realidade. Isso acontece, segundo ele, porque não há investimento e articulação entre as polícias Militar e Civil. 

Segundo o especialista, um erro no registro de um BO, por exemplo, poderia ser corrigido na investigação da Polícia Civil. “O policial que faz o primeiro registro não continua fazendo as apurações. Seria fundamental ter mais investimento, mas investiga-se o que se quer, e o sistema não funciona de maneira adequada”, afirmou.


O Tempo/Liberdade FM - Foto - Divulgação

04/07/2018/ 10:33:05
Outras Notícias
  • Técnicos devem apresentar hoje a Guedes proposta final da Previdência
Técnicos devem apresentar hoje a Guedes proposta final da Previdência
12/02/2019/ 09:46:20

Os técnicos do Ministério da Economia devem apresentar nesta terça-feira (12) ao ministro Paulo Guedes a proposta final sobre o texto da reforma da Previdência.A equipe do secretário de Previdência, Rogério Marinho, passou o último fim de semana debruçada sobre o texto. Os responsáveis pela base ...

  • Empresa de helicóptero não podia fazer táxi aéreo, aponta Anac
Empresa de helicóptero não podia fazer táxi aéreo, aponta Anac
12/02/2019/ 09:44:19

A Agência Nacional de Aviação Civil (Anac) afirmou que o helicóptero que caiu na Rodovia Anhanguera no início da tarde desta segunda-feira (11), em que o jornalista Ricardo Boechat e o piloto Ronaldo Quattrucci morreram, não podia fazer táxi aéreo, mas sim prestar serviços de reportagem aérea. Ainda segundo a A...

  • Congressistas fecham acordo provisório para evitar nova paralisação nos EUA
Congressistas fecham acordo provisório para evitar nova paralisação nos EUA
12/02/2019/ 09:41:24

Parlamentares democratas e republicanos anunciaram ter alcançado na noite de segunda-feira (11) um acordo provisório para evitar uma nova paralisação do governo dos Estados Unidos, que poderia acontecer no fim desta semana."Alcançamos um acordo de princípio sobre segurança interna, entre outros", disse o senado...

  • Vistoria no CT do Flamengo hoje vai apurar supostas irregularidades
Vistoria no CT do Flamengo hoje vai apurar supostas irregularidades
12/02/2019/ 09:39:50

Autoridades devem fazer uma inspeção no centro de treinamento do Flamengo, o Ninho do Urubu, nesta terça-feira (12) para definir se há necessidade de interdição. Corpo de Bombeiros, Prefeitura do Rio e Polícia Civil estarão no local às 10h. O objetivo é apurar possíveis irregularidades no local, onde dez garoto...

  • Era o ateu que mais praticava o amor ao próximo, diz viúva de Boechat
Era o ateu que mais praticava o amor ao próximo, diz viúva de Boechat
12/02/2019/ 09:17:51

A viúva de Ricardo Boechat, Veruska Boechat, afirmou durante o velório do jornalista, que começou na noite de segunda-feira (11) e continuava na manhã desta terça (12), que ele foi o ateu que mais praticava o amor ao próximo.“Meu marido era o ateu que mais praticava o mandamento mais importante de todos, que era o a...

  • CAP anuncia desligamento de Wellington Fajardo do comando técnico
CAP anuncia desligamento de Wellington Fajardo do comando técnico
12/02/2019/ 09:15:14

O Patrocinense anunciou na tarde desta segunda-feira a demissão do técnico Wellington Fajardo. O profissional comandou o time em seis jogos no Campeonato Mineiro, com duas vitórias, dois empates e duas derrotas. A equipe atualmente está em quinto lugar, com oito pontos.Internamente, a saída do profissional foi motiv...