Noticias
Articulações nacionais podem inviabilizar terceira via em Minas
  • Articulações nacionais podem inviabilizar terceira via em Minas

A formação de alianças em nível nacional, no âmbito das pré-candidaturas de presidenciáveis, tem alterado o desenho da corrida eleitoral em Minas em pleno período de convenções. O recente apoio — ainda não formalizado — do centrão ao pré-candidato à Presidência Geraldo Alckmin (PSDB) afunilou a disputa pelo governo do Estado, que agora tende ainda mais à polarização entre Antonio Anastasia (PSDB) e o atual governador Fernando Pimentel (PT), comprometendo a possibilidade de viabilizar um dos dois pré-candidatos da terceira via no Estado.

Formado por PP, PR, DEM, PRB e Solidariedade (SD), o bloco do centrão aderiu ao projeto de Alckmin na última quinta-feira, ainda que haja divergência entre membros avulsos dos partidos. Mesmo assim, o apoio mexeu com as estruturas dos pré-candidatos ao Palácio da Liberdade porque as legendas do centrão devem cobrar posicionamento alinhado nos estados, ou seja, em composições com o PSDB do senador Antonio Anastasia, no caso de Minas. 

Nos bastidores, líderes tucanos especulam sobre uma facilidade maior para atrair o apoio do DEM. “A decisão do centrão facilita o entendimento com o DEM, que irá se somar a outros partidos do centro que estão com Anastasia”, disse uma fonte tucana.
O deputado federal Rodrigo Pacheco (DEM) ainda sustenta a pré-candidatura própria, mas disse que vai seguir a orientação nacional do DEM. 
“Minha tendência é aguardar a decisão do partido. Ainda que a decisão do DEM seja apoiar o PSDB nacionalmente, haverá uma liberação dos estados para fazer as composições que melhor sejam convenientes. Confio na sabedoria do DEM de nos liberar para seguir nosso caminho”, disse Pacheco.

O ex-prefeito de Belo Horizonte Marcio Lacerda (PSB) também enfrenta situação delicada. Apesar de sustentar a pré-candidatura própria, ele espera um convite para ser vice de Ciro Gomes (PDT) em corrida à Presidência, abrindo mão do governo de Minas. Sem o apoio do centrão, Ciro deve intensificar o namoro com o PSB em nível nacional, o que aumenta as chances de Lacerda em compor com o pedetista. 
“Será o PDT ou não terá aliança. A inteligência do partido acha que precisa ter uma posição clara a respeito da posição nacional”, disse Lacerda. 

Ele também descartou a chance de composição com o PT. “Teve um movimento em São Paulo (de apoio ao PT) e em Pernambuco, mas está sendo atenuado. Porque uma aliança nacional com o PT não seria aprovada”, completou Lacerda.

"Será o PDT ou não terá aliança. A inteligência do PSB acha que precisa ter uma posição clara a respeito da posição nacional. Mas uma aliança nacional com o PT não seria aprovada"

Márcio Lacerda

No plano nacional, o PT trabalha para atrair nomes de peso em uma composição tanto com o MDB quanto com o PSB, apesar das resistências de alas de ambas as legendas. 

Em Minas, o deputado federal Fábio Ramalho (MDB) fez coro para uma aliança com os petistas, como forma de ampliar a bancada federal e estadual do MDB, além de demonstrar simpatia pela pré-candidatura do ex-presidente Lula, caso ele seja autorizado a concorrer. 

Porém, com a pré-candidatura própria do MDB alinhada em torno de Adalclever Lopes, presidente da Assembleia Legislativa, o cenário pode mudar. Na hipótese de o PT ter outro candidato à Presidência, como são cogitados nomes como Fernando Haddad e Patrus Ananias, um apoio do MDB aos petistas pode ser revisto, afetando a aliança em Minas. 

“O MDB está acertando as suas diretrizes e quer formar uma chapa forte. É claro que o cenário pode mudar, principalmente com os apoios nacionais mais definidos. Mas uma coisa é o PT com Lula, outra é sem. Isso influencia, claro. E vamos aguardar para compor e, sim, outros partidos são bem-vindos”, disse Ramalho.

"Ainda que a decisão do partido seja apoiar o PSDB nacionalmente, haverá uma liberação dos estados para fazer as composições que melhor sejam convenientes. Confio na sabedoria do DEM

Rodrigo Pacheco


Convenções

Com as convenções marcadas para acontecer até 5 de agosto, segundo as regras estabelecidas pelo Tribunal Superior Eleitoral (TSE), a maioria dos partidos em Minas Gerais irá deixar a reunião que define as pré-candidaturas ao governo do Estado para os dois últimos dias do prazo. Confira abaixo a lista das convenções marcadas até o momento, por ordem cronológica:

Romeu Zema (Novo): 21 de julho (já realizada)
Antonio Anastasia (PSDB): 28 de julho
João Mares Guia (Rede): 30 de julho
Marcio Lacerda (PSB): 4 de agosto
Adalclever Lopes (MDB): 5 de agosto
Rodrigo Pacheco (DEM): 5 de agosto
Dirlene Marques (PSOL): Sem data definida
Fernando Pimentel (PT):  Sem data definida 


Hoje em Dia/Liberdade FM - Foto - Divulgação

23/07/2018/ 10:28:35
Outras Notícias
  • Cruzeiro bate o Corinthians e é hexa da Copa do Brasil
Cruzeiro bate o Corinthians e é hexa da Copa do Brasil
18/10/2018/ 10:24:59

Na noite em que o árbitro de vídeo (VAR) entrou em ação a favor das duas equipes, nada tirou o hexacampeonato do Cruzeiro na Copa do Brasil. A vitória por 2 a 1 na Arena Corinthians, nesta quarta-feira (17), rendeu a segunda volta olímpica seguida na competição aos mineiros e, de quebra, mais valiosos ...

  • Ibope: veja as intenções de voto para presidente em 5 estados e no DF
Ibope: veja as intenções de voto para presidente em 5 estados e no DF
18/10/2018/ 10:22:49

Pesquisas Ibope realizadas em seis unidades federativas onde ocorrerá o segundo turno para governador também perguntaram sobre a disputa para presidente da República.Jair Bolsonaro lidera em quatro estados e no Distrito Federal. No DF, ele alcança 70% dos votos válidos. Haddad aparece em primeiro, com 57% das intenç...

  • Zema tem 66% dos votos válidos e Anastasia 34%, aponta pesquisa Ibope
Zema tem 66% dos votos válidos e Anastasia 34%, aponta pesquisa Ibope
18/10/2018/ 10:20:00

Se as eleições fossem hoje, Romeu Zema (Novo) seria eleito governador de Minas com 66% dos votos válidos e Antonio Anastasia (PSDB) ficaria em segundo lugar com 34%, conforme a primeira pesquisa Ibope realizada no segundo turno das eleições, divulgada nessa quarta-feira (17), no MGTV2. Os votos válidos excluem ...

  • Trump ameaça fechar fronteira com o México para evitar imigração ilegal
Trump ameaça fechar fronteira com o México para evitar imigração ilegal
18/10/2018/ 10:18:52

O presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, ameaçou nesta quinta-feira (18) enviar militares para fechar a fronteira com o México para evitar imigração ilegal em um momento em que uma grande caravana com imigrantes, que partiu de Honduras, segue na direção do território americano.Trump voltou a acusar o Partido D...

  • Suspeito de fraudes abre mão de R$ 50 milhões em bens por prisão domiciliar
Suspeito de fraudes abre mão de R$ 50 milhões em bens por prisão domiciliar
18/10/2018/ 10:17:28

O jovem suspeito de chefiar um esquema que desviou R$ 400 milhões de contas bancárias abriu mão dos bens milionários para cumprir prisão domiciliar. Pablo Henrique Borges, de 24 anos, aceitou um acordo e disse que vai colaborar com as investigações.O rapaz, que foi preso na Operação Ostentação na...

  • Dodgers vencem Brewers e abrem 3 a 2 na NLCS
Dodgers vencem Brewers e abrem 3 a 2 na NLCS
18/10/2018/ 10:15:10

Graças a mais uma ótima atuação de Clayton Kershaw e à aparição decisiva de seu ataque, o Los Angeles Dodgers está a uma vitória da World Series. Jogando em casa, os Dodgers venceram o Milwaukee Brewers por 5 a 2 nesta quarta-feira (17), no jogo 5 da NLCS, abrindo 3 a 2 na série melhor de sete partidas. Se vencer o ...