Noticias
G-20 vê aumento da tensão comercial e pede mais diálogo entre países
  • G-20 vê aumento da tensão comercial e pede mais diálogo entre países

O documento final da reunião ministerial do G-20, grupo formado pelos países mais ricos do mundo, que terminou neste domingo, 22, na capital da Argentina, reconhece o aumento da tensão comercial na economia mundial, alerta para os crescentes riscos dessas tensões e de questões geopolíticas para a expansão do Produto Interno Bruto (PIB) e pede que os países ampliem o diálogo.

"Reconhecemos a necessidade de se intensificar o diálogo e as ações para reduzir os riscos e aumentar a confiança", afirma o texto, elaborado depois de dois dias de reunião em Buenos Aires. Na reunião realizada em março na Argentina, o comunicado não falou de tensões comerciais.

O documento do G-20 menciona que os países emergentes estão melhor preparados para lidar com o cenário externo mais adverso. Ao mesmo tempo, o texto destaca que estas economias enfrentam o desafio de ter que lidar com a maior volatilidade no mercado financeiro mundial e o risco das reversões dos fluxos de capital. Um relatório do Fundo Monetário Internacional (FMI) apresentado durante a reunião ressalta que somente em maio e junho, os emergentes tiveram fuga de US$ 14 bilhões de capital externo.

"O crescimento da economia mundial continua sendo robusto e o desemprego está no nível mais baixo em última década", observa o texto. "Contudo, o crescimento tem sido menos sincronizado recentemente e os riscos de curto e médio prazo aumentaram", destaca o texto. Entre estes riscos, o comunicado menciona "crescentes vulnerabilidades financeiras, as maiores tensões comerciais e geopolíticas", além de um crescimento estrutural fraco, sobretudo em alguns países avançados, e "desequilíbrios globais". "Vamos continuar monitorando os riscos", ressaltam os dirigentes do G-20.

O G-20 enfatiza no comunicado a necessidade de avanço nas reformas estruturais nos diversos países, como uma forma de se aumentar o crescimento potencial. Na reunião de março, os dirigentes se comprometem a não fazer desvalorizações cambiais competitivas de suas moedas que possam ter efeito adverso sobre a estabilidade financeira mundial. No texto divulgado neste domingo, 22, os dirigentes reafirmam esse compromisso.

Mais cedo, o secretário internacional da Fazenda, Marcello Estevão, destacou em entrevista à imprensa estrangeira que a discussão para se elaborar o comunicado final da reunião foi "cordial", embora tenha havido diferença de opiniões. "Todos concordamos que é preciso ter mais comércio", disse ele. "O que estamos pedindo em geral é que as partes que estão em desacordo conversem mais e briguem menos."

Hoje em Dia/Liberdade FM - Foto - Divulgação

23/07/2018/ 10:54:33
Outras Notícias
  • Tom Brady brilha em sua estreia na pré-temporada
Tom Brady brilha em sua estreia na pré-temporada
20/08/2018/ 11:47:19

Atual MVP da National Football League, Tom Brady teve uma grande estreia na pré-temporada de 2018 e ajudou o seu New England Patriots a derrotar o Philadelphia Eagles pelo placar de 37 a 20. A partida de exibição foi uma reedição do Super Bowl LII, quando os Eagles ficaram com o título.O quarterback astro dos Patrio...

  • Lucro da Caixa cresce 34% no 2º tri e soma R$ 3,4 bilhões
Lucro da Caixa cresce 34% no 2º tri e soma R$ 3,4 bilhões
20/08/2018/ 11:40:52

A Caixa Econômica Federal divulgou nesta segunda-feira (20) que teve um lucro líquido de R$ 3,464 bilhões no 2º trimestre deste ano. O resultado é 33,9% maior que em igual período de 2017. Na comparação com o 1º trimestre (R$ 3,2 bilhões), a alta foi de 8,6%.No acumulado no 1º semestre, o banco federal registrou luc...

  • Maduro corta 5 zeros na moeda para tentar conter hiperinflação
Maduro corta 5 zeros na moeda para tentar conter hiperinflação
20/08/2018/ 11:39:25

Entra em vigor nesta segunda-feira (20) o pacote de medidas do presidente da Venezuela, Nicolás Maduro, para tentar conter a inflação prevista para 1.000.000% neste ano no país. A principal mudança do chamado "Madurazo" será o corte de cinco zeros da moeda local, que passa a se chamar bolíva...

  • Brasileira que estudava medicina no Paraguai é encontrada morta
Brasileira que estudava medicina no Paraguai é encontrada morta
20/08/2018/ 11:35:38

A estudante Erika de Lima Corte, de 29 anos, foi morta na madrugada desta segunda-feira (20) em Pedro Juan Caballero no Paraguai, município que faz fronteira com Ponta Porã, MS, a 326km de Campo Grande. A jovem era brasileira, os documentos de Erika são de Barra do Garças, MT. Segundo a perícia, o corpo tinha marcas...

  • Eleitores com deficiência tem até esta quinta para solicitar voto em trânsito
Eleitores com deficiência tem até esta quinta para solicitar voto em trânsito
20/08/2018/ 11:33:31

Faltando menos de uma semana para o fim do prazo de solicitação de voto em trânsito ou em outra seção, a procura pelo direito está abaixo do esperado em Minas Gerais. Segundo o Tribunal Regional Eleitoral (TRE) do Estado, apenas 86 pessoas com deficiência ou com problemas de mobilidade solicitaram o direito para a v...

  • Mercado mantém previsões para inflação e PIB neste ano
Mercado mantém previsões para inflação e PIB neste ano
20/08/2018/ 11:31:59

Instituições financeiras consultadas pelo Banco Central (BC) mantiveram a estimativa de crescimento da economia e da inflação neste ano. A informação consta da pesquisa Focus, publicação elaborada semanalmente pelo BC, com projeções de instituições financeiras para os principais indicadores econômicos.A estimativa p...