Noticias
Senado aprova reajuste de 16% para ministros do STF; salário vai a R$ 39 mil
  • Senado aprova reajuste de 16% para ministros do STF; salário vai a R$ 39 mil

Após uma articulação relâmpago do presidente do Senado, Eunício Oliveira (MDB-CE), o reajuste de 16,38% nos salários de ministros do Supremo Tribunal Federal (STF) foi aprovado nesta quarta-feira, 7, pelos senadores e segue para sanção presidencial. Com isso, o teto do funcionalismo público passa de R$ 33.763,00 para R$ 39.293,32.

O plenário do Senado deu o sinal verde para o aumento apesar do apelo do presidente eleito, Jair Bolsonaro (PSL), que manifestou preocupação com a votação. O reajuste terá um efeito em cascata para a União e sobretudo para os Estados, que já enfrentam grave crise financeira e correm risco de insolvência justamente devido ao elevado comprometimento de suas receitas com o pagamento da folha de pessoal.

A decisão de Eunício de pautar o projeto do reajuste pegou de surpresa as lideranças dos partidos. Como mostrou mais cedo o Broadcast Político, sistema de notícias em tempo real do Grupo Estado, o presidente do Senado tomou a decisão depois de uma conversa ontem com o presidente do STF, ministro Dias Toffoli. Eunício não convocou a reunião de líderes para tratar do assunto, o que é praxe.

A matéria estava parada na Comissão de Assuntos Econômicos (CAE) do Senado com parecer contrário do relator, Ricardo Ferraço (PSDB-ES). Mas o presidente do Senado designou novo relator, o senador Fernando Bezerra Coelho (MDB-PE), que deu parecer favorável ao aumento.

Eunício rebateu as reclamações de que foi pouco transparente na articulação para pautar o projeto. "Os reajustes estavam pautados, não é verdade que não estavam, houve pedido de urgência", afirmou o presidente do Senado. Segundo ele, os requerimentos foram aprovados pelo plenário, o que abriu caminho para a votação feita hoje. O presidente do Senado disse ainda que "jamais" faria uma negociação às escondidas.

Eunício ressaltou ainda que os projetos já haviam sido aprovados pela Câmara dos Deputados e que o aumento não provocará mudança no teto de gastos do Judiciário ou do Ministério Público, que seguirão respeitando a regra que limita o avanço das despesas à inflação. "Há compromisso formal do presidente da Suprema Corte, ministro Dias Toffoli, e de Raquel Dodge (procuradora-Geral da República), com quem me encontrei hoje, de que não haverá aumento do teto de gasto dos órgãos", afirmou Eunício.


Hoje em Dia/Liberdade FM - Foto - Divulgação

08/11/2018/ 09:22:00
Outras Notícias
  • Governo de Macri entra em crise após derrota em prévias
Governo de Macri entra em crise após derrota em prévias
14/08/2019/ 10:51:53

Após a derrota eleitoral sofrida pelo presidente argentino Maurício Macri, seu governo se dividiu e entrou em crise.  Reportagem da jornalista Janaína Figueiredodo jornal O Globo informa que se instalou no governo Macri um debate entre setores que defendem mudanças na campanha e outros que consideram que d...

  • Presidente do PSL critica reforma tributária defendida por Maia
Presidente do PSL critica reforma tributária defendida por Maia
14/08/2019/ 10:46:38

O presidente do PSL, deputado federal Luciano Bivar (PE), criticou nesta quarta-feira (14), em conversa com o blog, as negociações para construir o texto da reforma tributária na Câmara dos Deputados.Bivar, que preside o partido do presidente Jair Bolsonaro, disse que a proposta da reforma tributária ...

  • Deputados articulam esvaziar ainda mais pacote anticrime de Moro
Deputados articulam esvaziar ainda mais pacote anticrime de Moro
14/08/2019/ 10:44:54

O grupo de trabalho da Câmara dos Deputados que analisa o pacote anticrime deve impor uma nova derrota o ministro da Justiça, Sergio Moro, nesta quarta-feira (14).Segundo o blog apurou, integrantes do grupo se articulam para retirar o chamado "excludente de ilicitude" e o "banco genético", p...

  • Catedral de Notre Dame ainda corre risco, alerta governo francês
Catedral de Notre Dame ainda corre risco, alerta governo francês
14/08/2019/ 10:42:41

A catedral de Notre Dame de Paris, que sofreu um incêndio em abril, registrou quedas de pedras durante a recente onda de calor que afetou a França e continua correndo o risco de desabamento, advertiu o governo francês nesta quarta-feira (14).O ministério da Cultura da França destacou a necessidade urgente ...

  • Dólar volta a bater R$ 4 com temor de desaceleração econômica global
Dólar volta a bater R$ 4 com temor de desaceleração econômica global
14/08/2019/ 10:41:17

O dólar opera em alta nesta quarta-feira (13), voltando a superar a barreira dos R$ 4, pressionado pelo cenário externo, com a contração da economia alemã e dados fracos industriais da China elevando os temores de uma desaceleração global, abandonando o otimismo da véspera após os Estados Unidos ...

  • Guedes quer dividir estrutura da Receita
Guedes quer dividir estrutura da Receita
14/08/2019/ 10:39:57

Brasília - O plano de governo para a Receita Federal prevê, além de transformar o órgão em uma agência ou autarquia, conforme revelado nesta terça-feira, 13, pelo Estado, dividi-lo em estruturas independentes. A avaliação na equipe do ministro da Economia, Paulo Guedes, é de que é preciso diminuir o poder da in...