Noticias
STF pode julgar habeas corpus de Lula ainda neste ano, diz Fachin
  • STF pode julgar habeas corpus de Lula ainda neste ano, diz Fachin

O ministro Edson Fachin, do Supremo Tribunal Federal (STF), disse nesta quarta-feira (7) acreditar na possibilidade de que seja julgado ainda neste ano na Corte o mais recente habeas corpus do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva. A defesa pede a soltura de Lula sob o argumento de que o juiz federal Sérgio Moro não agiu com imparcialidade.

“É possível, se os prazos forem cumpridos”, afirmou Fachin, em sessão plenária nesta quarta-feira (7). Nessa segunda-feira (6), ele deu prazo de cinco dias para Moro e o Tribunal Regional Federal da 4ª Região (TRF4) se manifestarem no processo. Em seguida, a Procuradoria-Geral da República terá o mesmo tempo para dar seu parecer.

Questionado se o caso deve ser, de fato, apreciado na Segunda Turma, e não no plenário do STF, Fachin afirmou que sim.

“A matéria é pacífica sobre o tema, creio que não há razão de enviar para o plenário como houve em outras hipóteses que havia questões importantes para que o plenário definisse. Como há jurisprudência assentada, a competência originariamente é da Turma”, disse.

Para o ministro Gilmar Mendes, que também integra a Segunda Turma, no entanto, o mais recente pedido de liberdade de Lula deve voltar a ser discutido em plenário. “Eu acho que a matéria acabará vindo para o plenário, acho que é natural”, disse.

“A Turma é que delibera. Acho que essa [de levar a plenário] é que será a avaliação. É uma decisão do colegiado, mas considerando a complexidade do tema, a delicadeza, os precedentes anteriores, é de se esperar que seja essa a decisão. Mas a Turma é soberana”, acrescentou Mendes.

Lula está preso desde 7 de abril na Superintendência da Polícia Federal em Curitiba, após ter sua condenação confirmada pelo TRF4, que impôs pena de 12 anos e um mês de prisão ao ex-presidente, pelos crimes de corrupção passiva e lavagem de dinheiro.

Argumentos

No pedido, a defesa de Lula volta a suscitar a suspeição do juiz Sérgio Moro para julgar Lula. Os argumentos foram reforçados após o magistrado ter aceitado o cargo de ministro da Justiça no governo do presidente eleito, Jair Bolsonaro.

Os advogados de Lula querem que seja reconhecida a suspeição de Moro para julgar processos contra o ex-presidente e que sejam considerados nulos todos os atos processuais que resultaram na condenação no caso do triplex do Guarujá (SP).

O pedido ainda requer que sejam suspensas outras ações penais contra Lula que estavam sob a responsabilidade de Moro, como as que tratam de suposto favorecimento por meio da reforma de um sítio em Atibaia (SP) e de supostas propinas da empresa Odebrecht. Nesta última, o depoimento do ex-presidente está marcado para 14 de novembro.

“Lula está sendo vítima de verdadeira caçada judicial entabulada por um agente togado que se utilizou indevidamente de expedientes jurídicos para perseguir politicamente um cidadão, buscando nulificar, uma a uma, suas liberdades e seus direitos”, afirmam os advogados.

Em entrevista concedida nessa segunda-feira (6), Moro rebateu os argumentos da defesa de Lula. "Isso [o convite para ser ministro] não tem nada a ver com o processo do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva. Ele foi condenado e preso porque cometeu um crime e não por causa das eleições", disse o juiz.


Hoje em Dia/Liberdade FM - Foto - Divulgação

08/11/2018/ 09:39:06
Outras Notícias
  • Maia se irrita com Carlos Bolsonaro e ameaça 'abandonar' Previdência
Maia se irrita com Carlos Bolsonaro e ameaça 'abandonar' Previdência
22/03/2019/ 13:50:10

 (DEM-RJ), avisou ao ministro da Economia, Paulo Guedes, nesta quinta-feira (21) que deixará a articulação política pela reforma da Previdência. Maia tomou a decisão após ler mais um post do vereador Carlos Bolsonaro (PSC-RJ), com fortes críticas a ele. Irritado, o deputado telefonou para Guedes e disse que, se...

  • Tribunal diz que deve analisar pedidos de soltura de Temer
Tribunal diz que deve analisar pedidos de soltura de Temer
22/03/2019/ 13:43:03

O Tribunal Regional Federal da 2ª Região (TRF-2) deve analisar, nesta sexta-feira (22), os pedidos de habeas corpus feitos pela defesa do ex-presidente Michel Temer (MDB). O caso está com o desembargador federal Ivan Athié.Relator do caso, Athié deve tomar uma decisão liminar — provisória — e depois submet...

  • Lama de Brumadinho chega a bacia do São Francisco
Lama de Brumadinho chega a bacia do São Francisco
22/03/2019/ 13:41:43

O temor de hidrologistas, ambientalistas e de quem depende das águas do Velho Chico se confirmou. É o que indica o relatório divulgado hoje, Dia Mundial da Água, pela Fundação SOS Mata Atlântica. De acordo com os dados levantados pelos técnicos da Fundação, a lama da Vale que causou morte e destruição em Brumad...

  • Diego posa de modelo, e Flamengo deseja estrear nova camisa já no clássico contra o Fluminense
Diego posa de modelo, e Flamengo deseja estrear nova camisa já no clássico contra o Fluminense
22/03/2019/ 13:38:11

“Quero ver no Diego!”, “A camisa vai ficar mais bonita na foto com o Diego”, “Não gostei tanto, mas quando o Diego vestir vou querer comprar”.As frases são apenas algumas das reações de torcedores ao novo uniforme número 1 do Flamengo ao longo da última semana. Pois então, o GloboEsporte.com teve acessos às imagens ...

  • Flamengo anuncia banco digital como seu patrocinador master até o fim de 2020
Flamengo anuncia banco digital como seu patrocinador master até o fim de 2020
22/03/2019/ 13:35:02

O Flamengo anunciou nesta sexta-feira seu novo patrocinador master, o banco digital BS2. O acordo vai até 2020, e o clube estima, "de forma conservadora", uma arrecadação anula superior a R$ 30 milhões. O contrato só entrará em vigor após análise e aprovação do Conselho Deliberativo.Uma imagem do protótipo de como f...

  • Economia insignificante na conta de luz; reajuste da tarifa terá pouco impacto no bolso
Economia insignificante na conta de luz; reajuste da tarifa terá pouco impacto no bolso
22/03/2019/ 13:33:31

A notícia de que o reajuste nas tarifas de energia das concessionárias nacionais seria 3,7% menor deixou muitos consumidores felizes. Especialistas alertam, no entanto, que a conta de luz vai continuar subindo e que o resultado é ínfimo, impactando em poucos pontos percentuais para baixo. “Não é motivo para comemora...