Noticias
Exportador brasileiro enfrenta 27 barreiras, aponta estudo
  • Exportador brasileiro enfrenta 27 barreiras, aponta estudo

Em um cenário de aumento do protecionismo no comércio internacional, uma parcela significativa das empresas exportadoras brasileiras sofre cada vez mais com barreiras impostas por outros países e considera o governo pouco ativo para retirar os entraves de acesso ao mercado externo.

Um mapeamento conduzido pela Confederação Nacional da Indústria (CNI) revelou que há 27 barreiras comerciais contra o exportador brasileiro, e um terço das companhias avalia o governo como ineficiente para superar os entraves colocados por outros países.

"Hoje, com os nossos empresários mais acostumado a exportar, eles acabam exigindo uma solução rápida, de curto pazo", diz o diretor da CNI Carlos Abijaod. "E o que apareceu nesta pesquisa é que 31% das empresas enxergam que o governo tem dificuldade em superar as barreiras", afirma.

Diversos produtos exportados pelo Brasil são alvo de algum tipo de entrave no comércio internacional. As barreiras impostas são várias: passam por cotas, questões sanitárias, subsídios, entre outras.

Barreiras nas Américas — Foto: Arte/G1Barreiras nas Américas — Foto: Arte/G1

Barreiras nas Américas — Foto: Arte/G1

Barreiras na Europa e na África — Foto: Arte/G1Barreiras na Europa e na África — Foto: Arte/G1

Barreiras na Europa e na África — Foto: Arte/G1

Barreiras na Ásia — Foto: Arte/G1Barreiras na Ásia — Foto: Arte/G1

Barreiras na Ásia — Foto: Arte/G1

Recentemente, o Brasil abriu uma disputa contra a China na Organização Mundial do Comércio (OMC) para contestar as restrições chinesas às importações do açúcar brasileiro. O gigante asiático aplica sobretaxas ao açúcar desde maio de 2017.

“O mercado de açúcar sempre foi protegido. O caminho tem sido tentar um acordo com outros países", afirma o diretor-executivo da União da Indústria de Cana-de-açúcar (Unica), Eduardo Leão de Souza. "O governo tentou fazer isso com a China, mas não deu certo."

Segundo a Unica, as barreiras impostas pelo governo chinês fizeram as exportações brasileiras para a China recuar de 2,5 milhões de toneladas para 300 mil toneladas.

As barreiras comerciais apontadas pela CNI são colhidas com base nas queixas repassadas pelas associações do setor privado. Na primeira pesquisa, realizada em agosto, foram identificadas 20 barreiras. A pesquisa foi feita em parceria com Fundação Getúlio Vargas e consultou 600 exportadores.

Mundo protecionista

Em 2018, o mundo enfrenta uma piora do ambiente internacional depois que o governo dos Estados Unidos decidiu adotar várias medidas protecionistas, desencadeando uma guerra comercial bilionária, sobretudo com a China.

A guerra comercial tem provocado uma tensão nos mercados financeiros, e o Fundo Monetário Internacional (FMI) já alertou que a disputa pode prejudicar a economia dos dois países.

Um levantamento conduzido pelo grupo de monitoramento de restrições comerciais do G20 mostrou que as restrições ao comércio dos EUA atingiram US$ 369 bilhões em exportações chinesas neste ano.


G1/Liberdade FM - Foto - Divulgação

03/12/2018/ 09:51:02
Outras Notícias
  • Perícia indica pagamentos de R$ 1,4 milhão da Odebrecht a Maia e ao pai, diz PGR
Perícia indica pagamentos de R$ 1,4 milhão da Odebrecht a Maia e ao pai, diz PGR
12/04/2019/ 08:42:05

Uma perícia feita nos sistemas internos da Odebrecht de registro de pagamento de propina mostraram execuções de pagamentos no valor de R$ 1,4 milhão a codinomes atribuídos ao presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ), e ao pai dele, o ex-prefeito do Rio e vereador César Maia (DEM).Segundo delatores, Rodrigo Maia e...

  • 18 medidas foram assinadas por Bolsonaro; saiba quais são
18 medidas foram assinadas por Bolsonaro; saiba quais são
12/04/2019/ 08:39:19

O presidente Jair Bolsonaro anunciou, nesta quinta-feira (11), 18 decretos e projetos relacionados às metas dos 100 primeiros dias do governo. A marca foi celebrada em cerimônia no Palácio do Planalto, na qual o presidente disse ter cumprido as 35 metas propostas por ele no início do mandato.Veja todo...

  • Por ordem de Bolsonaro, Petrobras desiste de aumentar preço do diesel
Por ordem de Bolsonaro, Petrobras desiste de aumentar preço do diesel
12/04/2019/ 08:36:36

A Petrobras desistiu na noite desta quinta-feira (11) do aumento do preço do diesel nas refinarias anunciado mais cedo. O recuo na decisão da companhia ocorreu após uma determinação do presidente Jair Bolsonaro. Para justificar a manutenção do preço, a estatal afirmou que há margem para postergar o aumento...

  • Suspeito de vender arma do massacre é vizinho de uma das vítimas
Suspeito de vender arma do massacre é vizinho de uma das vítimas
12/04/2019/ 08:35:00

A prisão de um dos suspeitos de vender a arma utilizada no massacre na Escola Estadual Professor Raul Brasil agravou ainda mais o quadro depressivo da sobrevivente Jenifer da Silva Cavalcante, de 16 anos.O mecânico de 47 anos mora no mesmo bairro da vítima do massacre. Ele foi preso na quarta-feira (1...

  • Tiroteio durante cortejo fúnebre de Nipsey Hussle deixa 1 morto
Tiroteio durante cortejo fúnebre de Nipsey Hussle deixa 1 morto
12/04/2019/ 08:33:26

Milhares de pessoas se despediram, na quinta-feira (11), em Los Angeles (Estados Unidos), do rapper Nipsey Hussle, assassinado a tiros, aos 33 anos, no dia 31 de março.O dia, que começou com a demonstração do grande respeito e carinho que a comunidade negra sentia pelo músico, terminou, no entanto, com um tirot...

  • Kim Jong-un endossa equipe de negociação com os Estados Unidos
Kim Jong-un endossa equipe de negociação com os Estados Unidos
12/04/2019/ 08:29:33

Kim Jong-un, líder da Coreia do Norte, foi reeleito presidente do principal órgão decisório do país em uma reunião parlamentar. A equipe que negocia com os Estados Unidos também foi nomeada.A escolha dos nomes que vão compor a Comissão de Assuntos do Estado aconteceu na sessão de abertura da nova Assembleia Popular ...