Noticias
Tribunal de Tóquio rejeita pedido para libertar Ghosn
  • Tribunal de Tóquio rejeita pedido para libertar Ghosn

O Tribunal Distrital de Tóquio rejeitou nesta quarta-feira (9) um pedido da defesa de Carlos Ghosn pela soltura do ex-presidente do conselho da Nissan, que está preso desde 19 de novembro acusado de irregularidades financeiras, segundo a imprensa local.

Na véspera, o brasileiro apareceu em público pela primeira vez desde a prisão e afirmou ser inocente, em audiência judicial.

A atual ordem de prisão contra o executivo expira na sexta-feira. Na última segunda, o tribunal de Tóquio decidiu prorrogar sua detenção por mais dez dias, até 11 de janeiro, no âmbito de um novo mandado de prisão por suspeitas de fraude.


O ex-presidente da Nissan foi ouvido pela Justiça japonesa nesta terça-feira (8) e alegou inocência. Após a audiência, foi levado de volta à prisão.

“Fui injustamente acusado e injustamente detido com base em alegações sem mérito e sem fundamento", afirmou o executivo, segundo o "Wall Street Journal". De acordo com a agência France Presse, Ghosn também afirmou que agiu com "a aprovação dos diretores da Nissan".

Ghosn é acusado esconder metade de sua renda ao fisco japonês, entre os anos de 2010 e 2015 e de adulterar documentos da Nissan para parecer que seus vencimentos eram bem inferiores ao que de fato ganhava.

Ele também é acusado de ter feito a Nissan acobertar "perdas em investimentos pessoais" durante a crise financeira de outubro de 2008, o que ele nega, segundo seus advogados citados pela imprensa japonesa. A quantia em jogo chega a 1,85 bilhão de ienes (em torno de 16,6 milhões de dólares).

Ghosn também está detido por uma primeira acusação de suspeita de sonegação de renda nos relatórios anuais da Nissan entregues às autoridades financeiras. Sua mão direita, o executivo americano Greg Kelly, administrador da Nissan, detido em 19 de novembro no Japão junto com Ghosn, foi solto no dia de Natal.

Em paralelo, a administração da aliança Renault-Nissan se encontra em dificuldades.


Nissan e Mitsubishi Motors tiraram Ghosn da presidência do conselho de administração, mas o grupo francês Renault o mantém no cargo até agora e entregou a diretoria-executiva, a título interino, a seu número dois, Thierry Bolloré.


G1/Liberdade FM - Foto - Divulgação

09/01/2019/ 09:16:35
Outras Notícias
  • Times europeus fazem calendário de volta do futebol
Times europeus fazem calendário de volta do futebol
27/05/2020/ 09:52:26

Único torneio nacional entre as grandes ligas europeias que já reiniciou as atividades, a Alemanha teve nesta terça o principal clássico da Bundesliga. O Bayern de Munique venceu o Borussia Dortmund por 1 a 0, abriu 7 pontos de vantagem na liderança e, a 8 rodadas do fim da competição, deu passo importante rumo ao 8...

  • Após prorrogação, prazo de inscrições para o Enem 2020 se encerra hoje
Após prorrogação, prazo de inscrições para o Enem 2020 se encerra hoje
27/05/2020/ 09:50:10

O prazo de inscrição, que pelo cronograma inicial deveria ter sido encerrado na sexta-feira (22), foi estendido para esta quarta após apelo do Conselho Nacional dos Secretários Estaduais de Educação (Consed) devido ao impacto da pandemia do coronavírus.Com aulas suspensas em todos os estados, o Consed afirma qu...

  • Vacina da Covid-19: conheça a situação das maiores pesquisas
Vacina da Covid-19: conheça a situação das maiores pesquisas
27/05/2020/ 09:46:56

Em meio à pandemia do novo coronavírus, laboratórios e governos de todo o mundo participam da corrida por uma vacina. Dez pesquisas já estão em fase de testes no momento, de acordo com a Organização Mundial da Saúde (OMS), e outras 114 continuam sendo desenvolvidas. Apesar da divulgação de alguns resultados ini...

  • Capital paulista negocia regra especial para abrir economia
Capital paulista negocia regra especial para abrir economia
27/05/2020/ 09:40:56

Os planos regionais para reabertura econômica do Estado de São Paulo, que serão apresentados nesta quarta-feira, 27, preveem retomada escalonada das atividades, conforme o risco de cada setor, em um processo que levará até oito semanas para ser finalizado, no melhor cenário, e que dependerá do aval de autoridad...

  • Cármen Lúcia e Celso de Mello rebatem ataques a magistrados
Cármen Lúcia e Celso de Mello rebatem ataques a magistrados
27/05/2020/ 09:39:33

A presidente da 2ª turma do Supremo Tribunal Federal (STF), Cármen Lúcia, e o decano da corte, Celso de Mello, rebateram ataques feitos a magistrados na última semana durante reunião do colegiado desta terça-feira.Ministros do STF têm sido alvo de críticas do presidente Jair Bolsonaro e de outros integrant...

  • França revoga hidroxicloroquina para tratamento da covid-19
França revoga hidroxicloroquina para tratamento da covid-19
27/05/2020/ 09:38:17

O governo francês cancelou nesta quarta-feira um decreto que permitia a médicos de hospitais administrar hidroxicloroquina como tratamento para pacientes que sofrem formas graves da covid-19, a doença causada pelo novo coronavírus.A medida, que tem efeito imediato, é a primeira tomada por um país desde que a Organiz...