Noticias
Países europeus reconhecem Guaidó como presidente interino da Venezuela
  • Países europeus reconhecem Guaidó como presidente interino da Venezuela

Espanha, Alemanha, Reino Unido, França, Suécia, Dinamarca, Áustria, Holanda e Portugal reconheceram nesta segunda-feira (4) Juan Guaidócomo presidente interino da Venezuela. As declarações de apoio acontecem após o fim do prazo dado por vários países europeus para que o presidente Nicolás Maduro convocasse eleições presidenciais no país.

Na quinta-feira (31), o Parlamento Europeu já tinha reconhecido o líder oposicionista como presidente e tinha pedido para que os países da União Europeia fizessem o mesmo. O bloco europeu fez um apelo por eleições "livres e credíveis" na Venezuela, mas não fez uma referência direta à iniciativa de Guaidó de se autodeclarar presidente para conduzir um governo de transição.


Juan Guaidó, eleito presidente da Assembleia Nacional, autodeclarou-se presidente interino durante uma grande manifestação da oposição em Caracas, em 23 de janeiro, e ganhou o reconhecimento de várias nações, como Estados Unidos, Canadá, Austrália, Brasil e outras nações latino-americanas.


O primeiro-ministro espanhol, Pedro Sánchez, declarou que apoia que Guaidó convoque as eleições “no menor tempo possível”.

Pouco depois, foi a vez do ministro de Relações Exteriores, Jeremy Hunt, manifestar-se no Twitter. “Maduro não convocou eleições presidenciais nos oito dias que determinamos, então o Reino Unido, junto com seus aliados europeus, agora reconhece Juan Guaidó como presidente interino até que eleições confiáveis possam ser realizadas", afirmou.

O presidente francês, Emmanuel Macron, afirmou que o povo venezuelano tem o direito de se expressar "livre e democraticamente". "França reconhece @jguaido como 'presidente encarregado' de implementar um processo eleitoral", declarou no Twitter.

Ultimato

Seis países europeus (Alemanha, Espanha, França, Holanda, Portugal, Reino Unido) tinham dado até até domingo (3) para Maduro convocar uma nova eleição presidencial.

Faltando pouco para o término do prazo dado pelos países europeus, Maduro descartou essa possibilidade e insistiu na sua proposta de organizar apenas eleições antecipadas para o Parlamento, que desde 2016 é controlado pela oposição.

Em agosto de 2017, em uma estratégia para driblar a oposição do Parlamento, Maduro instaurou, Assembleia Constituinte (formada apenas por chavistas) para assumir os poderes legislativos.

Em 2019, o Parlamento elegeu Juan Guaidó como seu presidente e declarou Maduro "usurpador", mas teve seus atos anulados pelo Tribunal Supremo de Justiça, que apoia o governo.


Plano Real

Em entrevista exclusiva ao Fantástico, Guaidó afirmou que está pesquisando sobre o Plano Real, lançado no governo Itamar Franco. “Estivemos procurando informações sobre o Plano Real, que conteve a inflação, para tomá-lo como modelo para resolver o que acontece na Venezuela”, declarou.


G1/Liberdade FM - Foto - Divulgação

04/02/2019/ 09:41:23
Outras Notícias
  • Perícia indica pagamentos de R$ 1,4 milhão da Odebrecht a Maia e ao pai, diz PGR
Perícia indica pagamentos de R$ 1,4 milhão da Odebrecht a Maia e ao pai, diz PGR
12/04/2019/ 08:42:05

Uma perícia feita nos sistemas internos da Odebrecht de registro de pagamento de propina mostraram execuções de pagamentos no valor de R$ 1,4 milhão a codinomes atribuídos ao presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ), e ao pai dele, o ex-prefeito do Rio e vereador César Maia (DEM).Segundo delatores, Rodrigo Maia e...

  • 18 medidas foram assinadas por Bolsonaro; saiba quais são
18 medidas foram assinadas por Bolsonaro; saiba quais são
12/04/2019/ 08:39:19

O presidente Jair Bolsonaro anunciou, nesta quinta-feira (11), 18 decretos e projetos relacionados às metas dos 100 primeiros dias do governo. A marca foi celebrada em cerimônia no Palácio do Planalto, na qual o presidente disse ter cumprido as 35 metas propostas por ele no início do mandato.Veja todo...

  • Por ordem de Bolsonaro, Petrobras desiste de aumentar preço do diesel
Por ordem de Bolsonaro, Petrobras desiste de aumentar preço do diesel
12/04/2019/ 08:36:36

A Petrobras desistiu na noite desta quinta-feira (11) do aumento do preço do diesel nas refinarias anunciado mais cedo. O recuo na decisão da companhia ocorreu após uma determinação do presidente Jair Bolsonaro. Para justificar a manutenção do preço, a estatal afirmou que há margem para postergar o aumento...

  • Suspeito de vender arma do massacre é vizinho de uma das vítimas
Suspeito de vender arma do massacre é vizinho de uma das vítimas
12/04/2019/ 08:35:00

A prisão de um dos suspeitos de vender a arma utilizada no massacre na Escola Estadual Professor Raul Brasil agravou ainda mais o quadro depressivo da sobrevivente Jenifer da Silva Cavalcante, de 16 anos.O mecânico de 47 anos mora no mesmo bairro da vítima do massacre. Ele foi preso na quarta-feira (1...

  • Tiroteio durante cortejo fúnebre de Nipsey Hussle deixa 1 morto
Tiroteio durante cortejo fúnebre de Nipsey Hussle deixa 1 morto
12/04/2019/ 08:33:26

Milhares de pessoas se despediram, na quinta-feira (11), em Los Angeles (Estados Unidos), do rapper Nipsey Hussle, assassinado a tiros, aos 33 anos, no dia 31 de março.O dia, que começou com a demonstração do grande respeito e carinho que a comunidade negra sentia pelo músico, terminou, no entanto, com um tirot...

  • Kim Jong-un endossa equipe de negociação com os Estados Unidos
Kim Jong-un endossa equipe de negociação com os Estados Unidos
12/04/2019/ 08:29:33

Kim Jong-un, líder da Coreia do Norte, foi reeleito presidente do principal órgão decisório do país em uma reunião parlamentar. A equipe que negocia com os Estados Unidos também foi nomeada.A escolha dos nomes que vão compor a Comissão de Assuntos do Estado aconteceu na sessão de abertura da nova Assembleia Popular ...