Noticias
Bola é condenado a mais 16 anos de prisão, desta vez pela morte de motorista em BH
  • Bola é condenado a mais 16 anos de prisão, desta vez pela morte de motorista em BH

O ex-policial Marcos Aparecido dos Santos, o Bola, foi condenado a 16 anos de prisão pelo assassinato do motorista Devanir Claudiano Alves, em 2009, no bairro Juliana, na região Norte de Belo Horizonte. O comerciante Antônio Osvaldo Bicalho, apontado como mandante do crime, foi sentenciado a 14 anos de prisão.

Segundo a assessoria do Fórum Lafayette, os dois condenados tiveram o direito de recorrer da sentença em liberdade. Porém, Bola permanecerá preso por já cumprir pena de 22 anos de prisão pela morte da Eliza Samúdio. 

O júri, que durou mais de 20 horas, ocorreu no 3º Tribunal do Fórum Lafayette, e foi presidido pela juíza Myrna Fabiana Monteiro Souto.

O crime 

Segundo denúncia do Ministério Público de Minas Gerais (MPMG), Bola foi contratado pelo comerciante, que teria descoberto um relacionamento extraconjugal da esposa com a vítima. Ainda de acordo com a denúncia, Bola teria executado Alves perto da casa da vítima, no bairro Juliana.

O comerciante e o ex-policial foram denunciados por homicídio duplamente qualificado, mediante promessa de recompensa e com dificuldade de defesa para a vítima.

Interrogatórios

Diante dos jurados, os dois réus negaram o crime. O ex-policial insistiu que sequer conhecia o comerciante e o motorista. Ressaltou que foi implicado porque o delegado que investigava o crime, o mesmo que investigou a morte de Eliza Samudio, tem uma rixa antiga com ele, por conta de desavenças na época em que se conheceram na Academia de Polícia Civil.

Já o comerciante Antônio Bicalho reafirmou que nunca teve contato com Marcos Aparecido. Ele disse à juíza que acredita ter sido usado pelo delegado para corroborar a acusação contra o ex-policial.

Debates

No segundo dia de julgamento, o promotor Valter Shigueto Moriyama se baseou em provas testemunhais para tentar mostrar que o comerciante contratou "Bola" para matar o então amante da esposa. Ele quis ressaltar a relação entre o mandante e o executor no crime.

A partir dos relatos, a promotoria revelou que os três tiros que mataram o motorista foram dados por um profissional, dada a precisão dos disparos e a frieza do atirador. “Experiência em matar e também em atirar”. Ele lembrou em plenário as duas condenações criminais que o ex-policial já tem, uma pela morte de Eliza Samudio, ex-namorada do goleiro Bruno; e outra pela morte de um carcereiro em Contagem.

A acusação ainda usou palavras das testemunhas para mostrar que o comerciante falou para a então esposa que ia acontecer uma tragédia. Ela ficou com medo que ele fosse mandar matar sua irmã e pediu-lhe para não fazer isso. Foi aí que o comerciante disse: “Fique tranquila, quem vai morrer não é sua irmã não, é outra pessoa”.

Já as defesas de Antônio e Marcos destacaram a fragilidade da investigação, que explorou apenas a tese de crime passional.
Ambos criticaram que não se investigou, por exemplo, a ligação do homicídio com uma grande apreensão de drogas e armas que tinha ocorrido em um imóvel da vítima, e que levou à prisão de um casal que tinha alugado a propriedade meses antes.

O advogado do ex-policial ainda questionou a incoerência do depoimento das principais testemunhas com as provas técnicas, dentre elas a de balística e quebra de sigilo bancário e telefônico, que não relacionaram o crime a seu cliente.

Hoje em Dia/Liberdade FM - Foto - Divulgação

12/04/2019/ 08:17:31
Outras Notícias
  • Governo de Macri entra em crise após derrota em prévias
Governo de Macri entra em crise após derrota em prévias
14/08/2019/ 10:51:53

Após a derrota eleitoral sofrida pelo presidente argentino Maurício Macri, seu governo se dividiu e entrou em crise.  Reportagem da jornalista Janaína Figueiredodo jornal O Globo informa que se instalou no governo Macri um debate entre setores que defendem mudanças na campanha e outros que consideram que d...

  • Presidente do PSL critica reforma tributária defendida por Maia
Presidente do PSL critica reforma tributária defendida por Maia
14/08/2019/ 10:46:38

O presidente do PSL, deputado federal Luciano Bivar (PE), criticou nesta quarta-feira (14), em conversa com o blog, as negociações para construir o texto da reforma tributária na Câmara dos Deputados.Bivar, que preside o partido do presidente Jair Bolsonaro, disse que a proposta da reforma tributária ...

  • Deputados articulam esvaziar ainda mais pacote anticrime de Moro
Deputados articulam esvaziar ainda mais pacote anticrime de Moro
14/08/2019/ 10:44:54

O grupo de trabalho da Câmara dos Deputados que analisa o pacote anticrime deve impor uma nova derrota o ministro da Justiça, Sergio Moro, nesta quarta-feira (14).Segundo o blog apurou, integrantes do grupo se articulam para retirar o chamado "excludente de ilicitude" e o "banco genético", p...

  • Catedral de Notre Dame ainda corre risco, alerta governo francês
Catedral de Notre Dame ainda corre risco, alerta governo francês
14/08/2019/ 10:42:41

A catedral de Notre Dame de Paris, que sofreu um incêndio em abril, registrou quedas de pedras durante a recente onda de calor que afetou a França e continua correndo o risco de desabamento, advertiu o governo francês nesta quarta-feira (14).O ministério da Cultura da França destacou a necessidade urgente ...

  • Dólar volta a bater R$ 4 com temor de desaceleração econômica global
Dólar volta a bater R$ 4 com temor de desaceleração econômica global
14/08/2019/ 10:41:17

O dólar opera em alta nesta quarta-feira (13), voltando a superar a barreira dos R$ 4, pressionado pelo cenário externo, com a contração da economia alemã e dados fracos industriais da China elevando os temores de uma desaceleração global, abandonando o otimismo da véspera após os Estados Unidos ...

  • Guedes quer dividir estrutura da Receita
Guedes quer dividir estrutura da Receita
14/08/2019/ 10:39:57

Brasília - O plano de governo para a Receita Federal prevê, além de transformar o órgão em uma agência ou autarquia, conforme revelado nesta terça-feira, 13, pelo Estado, dividi-lo em estruturas independentes. A avaliação na equipe do ministro da Economia, Paulo Guedes, é de que é preciso diminuir o poder da in...