Noticias
Suspeito de vender arma do massacre é vizinho de uma das vítimas
  • Suspeito de vender arma do massacre é vizinho de uma das vítimas

A prisão de um dos suspeitos de vender a arma utilizada no massacre na Escola Estadual Professor Raul Brasil agravou ainda mais o quadro depressivo da sobrevivente Jenifer da Silva Cavalcante, de 16 anos.

O mecânico de 47 anos mora no mesmo bairro da vítima do massacre. Ele foi preso na quarta-feira (10), na casa dele, sob suspeita de ter vendido a arma aos assassinos.

Segundo Regiane de Jesus Cavalvante, mãe de Jenifer, a filha precisou de atendimento médico depois de saber que o suspeito é um vizinho. "Ela está ainda mais assustada. Não para de chorar e não dorme", conta.

Durante o atentado à Escola Estadual Professor Raul Brasil, a estudante se fingiu de morta e se jogou em cima da poça de sangue de uma das vítimas, mas terminou sendo pisoteada pelos outros alunos que fugiam. A ação terminou com dez pessoas mortas e 11 feridas.

Jenifer foi socorrida ao Hospital Luzia de Pinho Melo, onde passou por cirurgia para a retirada do apêndice e foi diagnosticada com inchaço nos rins. Ela ficou internada por sete dias depois, mas depois foi liberada para continuar o tratamento com remédios em casa.

"Desde o ocorrido estou correndo com ela para hospital. Eu tive que sair também do meu trabalho pois não posso deixar ela sozinha. Ela não consegue nem sair de casa sozinha", diz a mãe.

Segundo Regiane, a filha o conhecia de vista o mecânico e ficou apavorada quando soube pode ter envolvimento no massacre.

"O médico passou novos remédios para a depressão. Não está sendo fácil. Minha filha tinha uma vida super agitada, trabalhava, estudava, fazia um curso de gestão empresarial lá na Penha e, de repente, parou com tudo", conta.

Investigações

Desde o início das investigações, quatro pessoas foram detidas. Um menor de idade, de 17 anos, acusado pela Polícia Civil e o Ministério Público como mentor intelectual do crime, está em uma unidade da Fundação Casa desde o dia 19 de março. O advogado de defesa dele, Marcelo Feller, afirma que o cliente "fantasiou", mas não executou o crime.

O mecânico foi preso na noite desta quarta-feira na zona rural de Suzano. Para a Polícia Civil, ele participou da negociação da arma e munição que possivelmente foram utilizados no massacre.

Já na manhã desta quinta-feira (11), outros dois homens foram presos pelo mesmo também sob suspeita de vender arma e munição aos assassinos. Em entrevista coletiva, o delegado seccional de Mogi das Cruzes, Alexandre Barbosa Ortiz, disse que a negociação foi feita por meio de redes sociais.


G1/Liberdade FM - Foto - Divulgação

12/04/2019/ 08:35:00
Outras Notícias
  • Maia diz que saída de Levy e de diretor do BNDES é 'covardia sem precedentes'
Maia diz que saída de Levy e de diretor do BNDES é 'covardia sem precedentes'
17/06/2019/ 13:35:28

O presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia (DEM-RJ), disse na manhã desta segunda-feira (17) que a saída de Joaquim Levy da presidência do BNDES e do advogado Marcos Barbosa Pinto da diretoria de Mercado de Capitais do banco é "uma covardia sem precedentes".Levy pediu demissão neste domin...

  • Polícia investiga se morte do marido da deputada Flordelis foi cometida por alguém próximo da família
Polícia investiga se morte do marido da deputada Flordelis foi cometida por alguém próximo da família
17/06/2019/ 13:33:33

A Delegacia de Homicídios de Niterói colheu material dos cães da casa da deputada federal Flordelis, cujo marido, Anderson do Carmo, foi assassinado a tiros na madrugada deste domingo (16). O material foi enviado para exame toxicológico. A suspeita é a de que alguém próximo cometeu o crime.O objetivo do exame -...

  • GUROVITZ: Guedes preferiu Bolsonaro a Maia ao ajudar na queda de Levy
GUROVITZ: Guedes preferiu Bolsonaro a Maia ao ajudar na queda de Levy
17/06/2019/ 13:32:30

Ninguém ficou surpreso com o relatório apresentado pelo deputado Samuel Moreira para a reforma da Previdência. Nem com a reação imediata do ministro da Economia, Paulo Guedes, para quem a proposta ficou aquém do projeto de seus sonhos. O que surpreendeu quem conhece Guedes foi a forma como, dois dias depois, ajudou ...

  • Mulher de Ghosn diz não ver marido há meses e que pedirá ajuda de Bolsonaro
Mulher de Ghosn diz não ver marido há meses e que pedirá ajuda de Bolsonaro
17/06/2019/ 13:31:16

Carole Ghosn sabia que teria um caminho árduo pela frente quando começaram a surgir denúncias que a implicavam em crimes financeiros supostamente cometidos pelo marido, o brasileiro Carlos Ghosn, ex-presidente da Nissan.Me pintaram como a líder (do suposto esquema), alega. "Sou uma dona de casa que criou três filhos...

  • Aprovados no Sisu do 2º semestre devem efetivar matrícula até hoje
Aprovados no Sisu do 2º semestre devem efetivar matrícula até hoje
17/06/2019/ 13:29:39

Candidatos aprovados para uma das vagas do Sistema de Seleção Unificada (Sisu) do segundo semestre de 2019 têm até esta segunda-feira (17) para efetivar a matrícula na instituição de ensino. Se a matrícula não for feita, o estudante perde a vaga.Esta segunda (17) também é o último dia para o estudante indicar se que...

  • Dave Mustaine, vocalista do Megadeth, é diagnosticado com câncer na garganta
Dave Mustaine, vocalista do Megadeth, é diagnosticado com câncer na garganta
17/06/2019/ 13:28:31

Dave Mustaine, vocalista da banda de metal Megadeth, revelou nesta segunda-feira (17) que foi diagnosticado com câncer na garganta. O músico também anunciou o cancelamento de alguns shows em decorrência do tratamento.O Megadeth é uma das atrações do palco mundo do Rock in Rio no dia 4 de outubro. A organização do fe...