Noticias
18 medidas foram assinadas por Bolsonaro; saiba quais são
  • 18 medidas foram assinadas por Bolsonaro; saiba quais são

O presidente Jair Bolsonaro anunciou, nesta quinta-feira (11), 18 decretos e projetos relacionados às metas dos 100 primeiros dias do governo. A marca foi celebrada em cerimônia no Palácio do Planalto, na qual o presidente disse ter cumprido as 35 metas propostas por ele no início do mandato.


Veja todos os textos assinados:

1. Decreto – 'Revogaço'

Medida revoga 250 decretos editados por governos anteriores. A gestão de Bolsonaro ainda não especificou quais são eles. Apenas disse que será eliminado "tudo que for considerado desnecessário".

A Casa Civil pretende manter a rotina de revogação de decretos. A intenção é revogar normas a cada 90 a 100 dias para chegar a menos de 5 mil decretos. Atualmente, segundo o governo, há cerca de 25 mil decretos vigentes.

2. Decreto – Revogação dos colegiados

Colegiados são grupos com diversos representantes do governo e da sociedade civil que atuam na formulação, na execução, no monitoramento e na avaliação de iniciativas de estatais ou órgãos públicos. A medida busca, segundo o anúncio de Bolsonaro, "controlar a proliferação de colegiados no âmbito da administração pública federal direta, autárquica e fundacional". O governo diz que alguns colegiados serão recriados.

3. Decreto – Extinção de cargos efetivos vagos e que vierem a vagar dos quadros de pessoal da administração pública federal

Objetivo é reduzir o número de cargos.

4. Decreto – Institui o Comitê Interministerial de Combate à Corrupção

Grupo vai assessorar o presidente na elaboração, implementação e avaliação de políticas públicas relacionadas ao combate à corrupção.

5. Termo de compromisso com a integridade pública

Ato foi firmado entre os ministérios da Agricultura, da Saúde, e da Controladoria-Geral da União, para, segundo o governo, fortalecer o combate à corrupção.

6. Decreto – Forma de tratamento e de endereçamento nas comunicações com agentes públicos

Medida simplifica a forma de tratamento oral e escrita em atos e cerimônias do governo. Por exemplo, veda o uso de pronomes ou formas de tratamento como “Vossa Excelência” e “Doutor”.

7. Decreto – Conversão de Multas ambientais

Prevê a conversão de multas ambientais "simples" em serviço de preservação, melhoria e recuperação da qualidade do meio ambiente, "de modo a tornar a cobrança mais ágil", diz o governo.

8. Decreto – Política Nacional de Turismo

Os ministérios do Turismo, do Meio Ambiente, da Cidadania e do Desenvolvimento Regional fizeram um texto normativo para desenvolver, ordenar e promover os segmentos turísticos relacionados ao Patrimônio Mundial Cultural e Natural do Brasil, no âmbito da Política Nacional de Turismo. Os detalhes ainda não foram divulgados.

9. Decreto – Política Nacional de Alfabetização

Estabelece as diretrizes para as futuras ações e programas do governo para reduzir o analfabetismo. Não foram divulgados detalhes.

10. Decreto – Regulamentação da Lei Brasileira de Inclusão

Trata-se de regulamentação dos arts. 51 e 52 da Lei Brasileira de Inclusão, que estabelece critérios para transformação e modificação de veículos para compor frotas acessíveis de táxi e locadora de veículos.

11. Decreto – Política Nacional de Drogas

Ainda não foram divulgados detalhes da nova política.

12. Decreto – Doação de Bens

Permite que a iniciativa privada faça doações ao poder público.

13. Decreto – Institui o portal único gov.br

Informações sobre o governo federal e serviços públicos serão divulgadas de forma centralizada, para racionalizar custos, segundo o governo, que estima economia de até R$ 116,5 milhões ao ano com a proposta.

14. Resolução – Conselho Nacional de Política Energética: 'Cessão onerosa'

O presidente oficializou a resolução do CNPE, anunciada na terça-feira (9), que estabeleceu o valor de US$ 9 bilhões (mais de R$ 33 bilhões) a ser pago pela União à Petrobras pela revisão da chamada "cessão onerosa".

Em 2010, a Petrobras assinou um contrato para a exploração do pré-sal na Bacia de Santos (SP). Por conta dele, a Petrobras pagou à União R$ 74,8 bilhões pelo direito de explorar até 5 bilhões de barris de óleo. Mas a estatal alegava que o valor era muito alto e que ela deveria ser ressarcida. Segundo o governo, a lei já previa a revisão do contrato.

A estimativa do governo federal é que a área pode render mais 6 bilhões de barris, e, diante disso, a União pretende fazer um megaleilão do volume excedente, o que poderia render até R$ 100 bilhões aos cofres públicos. O leilão está marcado para 28 de outubro.

Campos do pré-sal que irão a leilão — Foto: Reprodução/GloboNewsCampos do pré-sal que irão a leilão — Foto: Reprodução/GloboNews

Campos do pré-sal que irão a leilão — Foto: Reprodução/GloboNews

15. Projeto de Lei Complementar – Autonomia do Banco Central do Brasil

Procura dar "segurança jurídica" para atuação do BC. O ministro da Casa Civil, Onyx Lorenzoni, informou que a proposta do governo prevê:

  • mandato de quatro anos para o presidente do Banco Central, não coincidente com o mandato de presidente da República;
  • mandato prorrogável por mais quatro anos;
  • retirada do status de ministro para o presidente do BC.

Saiba mais sobre a proposta do governo, que será enviada à Câmara dos Deputados.

16. Projeto de Lei complementar – Indicação de Dirigentes de Instituições Financeiras

Segundo o governo, a medida padroniza o procedimento adotado para instituições públicas e privadas para a nomeação dos seus dirigentes, "passando a prever que os dirigentes e administradores de bancos públicos, como o Banco do Brasil e a Caixa, tenham que ser aprovados pelo Banco Central, conforme critérios técnicos que serão estabelecidos pelo Conselho Monetário Nacional". O Planalto diz que apenas os dirigentes de entidades privadas são aprovados pelo BC atualmente.

17. Projeto de lei – Ensino domiciliar

Objetivo é regulamentar a educação domiciliar. Segundo o governo, o projeto lista os requisitos mínimos que os pais ou responsáveis legais deverão cumprir para aderir a esse tipo de ensino, como o cadastro em plataforma do MEC e a possibilidade de avaliação.

18. Projeto de Lei ordinária – Bolsa Atleta

O Planalto diz que está aprimorando a Bolsa Atleta, para expandir seu alcance. Não foram divulgados detalhes da iniciativa.


G1/Liberdade Fm - Foto - Divulgação

12/04/2019/ 08:39:19
Outras Notícias
  • Maia diz que saída de Levy e de diretor do BNDES é 'covardia sem precedentes'
Maia diz que saída de Levy e de diretor do BNDES é 'covardia sem precedentes'
17/06/2019/ 13:35:28

O presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia (DEM-RJ), disse na manhã desta segunda-feira (17) que a saída de Joaquim Levy da presidência do BNDES e do advogado Marcos Barbosa Pinto da diretoria de Mercado de Capitais do banco é "uma covardia sem precedentes".Levy pediu demissão neste domin...

  • Polícia investiga se morte do marido da deputada Flordelis foi cometida por alguém próximo da família
Polícia investiga se morte do marido da deputada Flordelis foi cometida por alguém próximo da família
17/06/2019/ 13:33:33

A Delegacia de Homicídios de Niterói colheu material dos cães da casa da deputada federal Flordelis, cujo marido, Anderson do Carmo, foi assassinado a tiros na madrugada deste domingo (16). O material foi enviado para exame toxicológico. A suspeita é a de que alguém próximo cometeu o crime.O objetivo do exame -...

  • GUROVITZ: Guedes preferiu Bolsonaro a Maia ao ajudar na queda de Levy
GUROVITZ: Guedes preferiu Bolsonaro a Maia ao ajudar na queda de Levy
17/06/2019/ 13:32:30

Ninguém ficou surpreso com o relatório apresentado pelo deputado Samuel Moreira para a reforma da Previdência. Nem com a reação imediata do ministro da Economia, Paulo Guedes, para quem a proposta ficou aquém do projeto de seus sonhos. O que surpreendeu quem conhece Guedes foi a forma como, dois dias depois, ajudou ...

  • Mulher de Ghosn diz não ver marido há meses e que pedirá ajuda de Bolsonaro
Mulher de Ghosn diz não ver marido há meses e que pedirá ajuda de Bolsonaro
17/06/2019/ 13:31:16

Carole Ghosn sabia que teria um caminho árduo pela frente quando começaram a surgir denúncias que a implicavam em crimes financeiros supostamente cometidos pelo marido, o brasileiro Carlos Ghosn, ex-presidente da Nissan.Me pintaram como a líder (do suposto esquema), alega. "Sou uma dona de casa que criou três filhos...

  • Aprovados no Sisu do 2º semestre devem efetivar matrícula até hoje
Aprovados no Sisu do 2º semestre devem efetivar matrícula até hoje
17/06/2019/ 13:29:39

Candidatos aprovados para uma das vagas do Sistema de Seleção Unificada (Sisu) do segundo semestre de 2019 têm até esta segunda-feira (17) para efetivar a matrícula na instituição de ensino. Se a matrícula não for feita, o estudante perde a vaga.Esta segunda (17) também é o último dia para o estudante indicar se que...

  • Dave Mustaine, vocalista do Megadeth, é diagnosticado com câncer na garganta
Dave Mustaine, vocalista do Megadeth, é diagnosticado com câncer na garganta
17/06/2019/ 13:28:31

Dave Mustaine, vocalista da banda de metal Megadeth, revelou nesta segunda-feira (17) que foi diagnosticado com câncer na garganta. O músico também anunciou o cancelamento de alguns shows em decorrência do tratamento.O Megadeth é uma das atrações do palco mundo do Rock in Rio no dia 4 de outubro. A organização do fe...