Noticias
Governo tenta conter divisão no PSL para preservar reforma
  • Governo tenta conter divisão no PSL para preservar reforma

O governo tenta conter o racha do PSL, partido do presidente Jair Bolsonaro, para evitar abrir uma "porteira" para novas mudanças na votação da reforma da Previdência na Câmara dos Deputados. Com 22 dos 54 deputados eleitos com a bandeira da segurança pública, o PSL deve entrar na votação dividido em relação a regras mais brandas para policiais federais, rodoviários e legislativos.


Além da pressão por regras mais suaves para policiais, há também defensores de mudanças nas exigências para professores, juízes, procuradores e até mesmo políticos.


A equipe econômica alertou ao Palácio do Planalto que, se o PSL ceder às carreiras de segurança pública, poderá haver uma nova onda de pressãopor ajustes e risco real de desmonte da economia de R$ 933,9 bilhões nas despesas da Previdência em 10 anos. O ganho total previsto no texto que vai a votação é de R$ 987,5 bilhões, mas esse número inclui um aumento da taxação sobre bancos - o que não é economia, mas aumento de receita. O discurso repetido à exaustão pelos integrantes da área econômica é de que o partido do presidente tem de dar o exemplo.

Pelo menos 15 deputados do PSL podem, no entanto, dar votos favoráveis ao destaque (sugestão de mudança do texto) que será apresentado no plenário, com regras mais brandas para a aposentadoria das carreiras policiais, segundo cálculos de líderes de partidos que passaram o dia de ontem reunidos com o presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ). Na Comissão Especial, que aprovou o texto da reforma na última quinta-feira, os policiais contavam com 32 votos para aprovar o destaque do PSD com as mudanças pretendidas. Mas, ao final, conseguiram apenas 19 e acabaram derrotados, após a articulação da liderança do governo.

Proposta para os policiais

Ontem, o governo voltou a oferecer aos policiais federais uma proposta de idade para aposentadoria de 52 anos (mulheres) e 53 anos (homens) - menores que a de 55 anos (para ambos os sexos) prevista no texto aprovado na Comissão Especial -, com um "pedágio" de 100% do tempo que falta para a aposentadoria (ou seja, se faltam três anos, precisaria trabalhar seis) para ter direito a se aposentar com o último salário (integralidade) e reajustes da ativa (paridade). A categoria, porém, recusa a oferta, pois quer as regras atreladas às da Forças Armadas, que ficou para uma segunda etapa na Câmara.

Agora, no plenário, se o PSD desistir de apresentar o destaque, Jandira Feghalli (PCdoB-RJ) já avisou que a oposição vai tomar a iniciativa. Seria uma forma de forçar os parlamentares do PSL a botar o "carimbo" contra ou a favor dos policiais.

"Precisamos entender a diferença de certas categorias. Vou bater nessa tecla até eu morrer", disse o deputado Felício Laterça (PSL-RJ). Se o PSL decidir não apresentar o destaque e se a oposição o fizer, Laterça adiantou que vota com a oposição. Outros deputados podem seguir o mesmo caminho.

Os deputados do PSL sofrem uma pressão corpo a corpo dos policiaisque lotam os corredores do Congresso desde a semana passada. Em razão dessas negociações finais, a votação da reforma, esperada para a virada da quarta para a quinta-feira, poderá se estender até sábado.

"O PSL já rachou e só não mostraram isso", disse André Gutierrez, presidente da Confederação Nacional dos Trabalhadores Policiais Civis (Cobrapol). Eles vão se reunir com Maia para tentar conseguir apoio para mudar as regras para a categoria por meio de destaques do PSD ou Podemos.

Chamada de traidora pelos policiais, a líder do governo no Congresso, deputada Joice Hasselmann (PSL-SP), previu que a reforma será aprovada em dois turnos no plenário da Câmara até a sexta-feira. O levantamento feito ontem mostrou que há segurança para a aprovação do texto-base da reforma, mas a maior preocupação é com os destaques que podem desidratar a economia.

Portal Terra/Liberdade FM - Foto - Divulgação

09/07/2019/ 09:23:46
Outras Notícias
  • Bolsonaro diz que filho cotado para embaixada tem 'vivência internacional' e 'frita hambúrguer'
Bolsonaro diz que filho cotado para embaixada tem 'vivência internacional' e 'frita hambúrguer'
16/07/2019/ 09:49:12

O presidente Jair Bolsonaro afirmou nesta terça-feira (16) que o filho Eduardo Bolsonaro (PSL-SP), cotado para assumir a embaixada do Brasil em Washington, tem experiência internacional, fala inglês e espanhol, e ainda sabe fritar hambúrguer.Antes de uma reunião com ministros, no Palácio da Alvorada, Bolsonaro não r...

  • Pistola encontrada na casa da deputada Flordelis foi usada na morte de pastor, confirma perícia
Pistola encontrada na casa da deputada Flordelis foi usada na morte de pastor, confirma perícia
16/07/2019/ 09:47:36

Um exame de confronto balístico confirmou que a arma encontrada na casa da deputada federal Flordelis foi usada na morte do pastor Anderson do Carmo. O crime completa um mês nesta terça-feira (16).O celular da vítima, considerado uma prova importante, ainda não apareceu.O resultado da perícia do Instituto ...

  • Flordelis usa a pulseira do marido que ela havia dito que sumiu
Flordelis usa a pulseira do marido que ela havia dito que sumiu
16/07/2019/ 09:46:01

O crime contra o pastor Anderson do Carmo, marido da deputada federal Flordelis (PSD), completa um mês nesta terça-feira (16). Dois filhos do casal permanecem presos suspeitos do crime ocorrido em Niterói. Trinta dias depois da execução, o celular do pastor permanece desaparecido.Os investigadores aguardam...

  • Estudante brasileiro é achado morto na China, diz Itamaraty
Estudante brasileiro é achado morto na China, diz Itamaraty
16/07/2019/ 09:43:30

O estudante gaúcho Leonardo Cláudio da Rosa foi encontrado morto na China, segundo confirmou nesta segunda-feira (15) a Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS) e o Itamaraty. Ele era acadêmico do curso de Letras desde 2015, iniciou um intercâmbio em Pequim no segundo semestre do ano passado e retornaria no...

  • Terremoto danifica prédios e templos na Indonésia
Terremoto danifica prédios e templos na Indonésia
16/07/2019/ 09:41:42

Um terremoto de magnitude 5,7 atingiu Bali e outras ilhas na região central da Indonésia nesta terça-feira (16). Vários edifícios ficaram danificados e moradores entraram em pânico. Uma pessoa ficou ferida, de acordo com um primeiro balanço divulgado pela Agência Nacional de Gestão de Desastres (BNPB, sigl...

  • Missão espacial tripulada da SpaceX parece 'cada vez mais difícil' em 2019, diz executivo
Missão espacial tripulada da SpaceX parece 'cada vez mais difícil' em 2019, diz executivo
16/07/2019/ 09:40:10

Hans Koenigsmann, executivo da SpaceX, disse nesta segunda-feira (15) que o plano de enviar seres humanos para o espaço em 2019 parece "cada vez mais difícil". A companhia investiga os motivos da explosão de uma das cápsulas Crew Dragon durante um teste na Força Aérea da Flórida. O incidente ocorreu pouco antes...