Noticias
Chefe do governo de Hong Kong desiste de polêmica lei de extradição
  • Chefe do governo de Hong Kong desiste de polêmica lei de extradição

A chefe do governo de Hong Kong, Carrie Lam, desistiu nesta terça-feira (9) do polêmico projeto de lei de extradição, que encontrou forte oposição de diversos setores da sociedade e provocou uma onda de protestos no último mês.

"Dou como morto o projeto de lei de extradição", disse a governante, acrescentando que os trabalhos para desenvolver esta legislação foram "um completo fracasso".

Carrie Lam não deixou claro se a lei é retirada de forma eficaz, conforme exigido pelos opositores, mas sugeriu que o Legislativo não pretende continuar com a sua tramitação.

Além disso, anunciou a criação de um comitê de investigação independente para supervisionar a ação policial durante os protestos que assolaram a cidade durante o mês passado, bem como o estabelecimento de uma plataforma para o diálogo com os oponentes da lei.

"Vou publicar o resultado deste relatório para que todos saibam o que aconteceu durante o último mês, as pessoas que participaram, tanto os manifestantes quanto os policiais, poderão fornecer evidências sobre o que aconteceu", disse.

A chefe do governo assumiu "total responsabilidade" pela crise, mas não atendeu a uma das principais reivindicações dos manifestantes, que era sua renúncia, e pediu "uma oportunidade, o tempo e o espaço" para devolver Hong Kong à normalidade.

Assim, é necessário "baixar a tensão", disse Lam, pedindo a participação de "toda a sociedade" nesta jornada rumo à tranquilidade da cidade. "Nossa missão é fazer com que os cidadãos tenham a confiança necessária em nosso governo", acrescentou.

Manifestantes no lobby do prédio do Parlamento em Hong Kong na segunda-feira (1º). — Foto: Tyrone Siu / ReutersManifestantes no lobby do prédio do Parlamento em Hong Kong na segunda-feira (1º). — Foto: Tyrone Siu / Reuters

Manifestantes no lobby do prédio do Parlamento em Hong Kong na segunda-feira (1º). — Foto: Tyrone Siu / Reuters

Carrie Lam falou sobre os jovens, protagonistas da última rodada de protestos, que culminaram na invasão do parlamento: "Temos que ouvir as gerações mais jovens e de diferentes setores para saber o que pensam", disse, anunciando em seguida a criação de "uma plataforma para diálogo mais aberto" com universidades e estudantes.

O que aconteceu, reconheceu, "reflete que existem problemas mais profundos que não devemos ignorar", mas "nos colocamos para trabalhar e resolvê-los".

As declarações de Carrie Lam acontecem depois de quase um mês de protestos em Hong Kong, com vários deles ultrapassando um milhão de participantes, segundo seus organizadores, e que chegaram a um ponto de inflexão na semana passada após a ocupação do Conselho Legislativo de Hong Kong.


G1/Liberdade FM - Foto - Divulgação

09/07/2019/ 09:35:17
Outras Notícias
  • Bolsonaro diz que filho cotado para embaixada tem 'vivência internacional' e 'frita hambúrguer'
Bolsonaro diz que filho cotado para embaixada tem 'vivência internacional' e 'frita hambúrguer'
16/07/2019/ 09:49:12

O presidente Jair Bolsonaro afirmou nesta terça-feira (16) que o filho Eduardo Bolsonaro (PSL-SP), cotado para assumir a embaixada do Brasil em Washington, tem experiência internacional, fala inglês e espanhol, e ainda sabe fritar hambúrguer.Antes de uma reunião com ministros, no Palácio da Alvorada, Bolsonaro não r...

  • Pistola encontrada na casa da deputada Flordelis foi usada na morte de pastor, confirma perícia
Pistola encontrada na casa da deputada Flordelis foi usada na morte de pastor, confirma perícia
16/07/2019/ 09:47:36

Um exame de confronto balístico confirmou que a arma encontrada na casa da deputada federal Flordelis foi usada na morte do pastor Anderson do Carmo. O crime completa um mês nesta terça-feira (16).O celular da vítima, considerado uma prova importante, ainda não apareceu.O resultado da perícia do Instituto ...

  • Flordelis usa a pulseira do marido que ela havia dito que sumiu
Flordelis usa a pulseira do marido que ela havia dito que sumiu
16/07/2019/ 09:46:01

O crime contra o pastor Anderson do Carmo, marido da deputada federal Flordelis (PSD), completa um mês nesta terça-feira (16). Dois filhos do casal permanecem presos suspeitos do crime ocorrido em Niterói. Trinta dias depois da execução, o celular do pastor permanece desaparecido.Os investigadores aguardam...

  • Estudante brasileiro é achado morto na China, diz Itamaraty
Estudante brasileiro é achado morto na China, diz Itamaraty
16/07/2019/ 09:43:30

O estudante gaúcho Leonardo Cláudio da Rosa foi encontrado morto na China, segundo confirmou nesta segunda-feira (15) a Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS) e o Itamaraty. Ele era acadêmico do curso de Letras desde 2015, iniciou um intercâmbio em Pequim no segundo semestre do ano passado e retornaria no...

  • Terremoto danifica prédios e templos na Indonésia
Terremoto danifica prédios e templos na Indonésia
16/07/2019/ 09:41:42

Um terremoto de magnitude 5,7 atingiu Bali e outras ilhas na região central da Indonésia nesta terça-feira (16). Vários edifícios ficaram danificados e moradores entraram em pânico. Uma pessoa ficou ferida, de acordo com um primeiro balanço divulgado pela Agência Nacional de Gestão de Desastres (BNPB, sigl...

  • Missão espacial tripulada da SpaceX parece 'cada vez mais difícil' em 2019, diz executivo
Missão espacial tripulada da SpaceX parece 'cada vez mais difícil' em 2019, diz executivo
16/07/2019/ 09:40:10

Hans Koenigsmann, executivo da SpaceX, disse nesta segunda-feira (15) que o plano de enviar seres humanos para o espaço em 2019 parece "cada vez mais difícil". A companhia investiga os motivos da explosão de uma das cápsulas Crew Dragon durante um teste na Força Aérea da Flórida. O incidente ocorreu pouco antes...