Noticias
Moro se reúne com Bivar e PSL após críticas de Bolsonaro
  • Moro se reúne com Bivar e PSL após críticas de Bolsonaro

No mesmo dia em que o presidente Jair Bolsonaro disse que o deputado Luciano Bivar (PE), presidente do PSL, está "queimado para caramba", o ministro da Justiça, Sérgio Moro, jantou com ele e com parlamentares do partido em um restaurante de Brasília. A justificativa foi a de que era preciso discutir o pacote anticrime, em tramitação na Câmara.


Antes de Moro chegar, porém, Bivar teve uma conversa reservada com parte da bancada do PSL. O Estado apurou que houve um desagravo ao deputado, feito por seus colegas, que estranharam o ataque público de Bolsonaro ao chefe do partido. Muitos entenderam que o presidente da República deu sinais de que vai mesmo trocar de legenda.

No mesmo restaurante escolhido pelo PSL para o encontro com Moro estavam os procuradores Deltan Dallagnol, coordenador da Lava Jato em Curitiba, e Roberson Pozzobon, que também atua na força-tarefa. Os dois tiveram diálogos capturados por hackers vazados pelo site The Intercept Brasil e enfrentam um desgaste de imagem.

Como se já não bastassem os encontros fortuitos, o ex-senador Romero Jucá (RR), ex-presidente do MDB, protagonizou mais um. Ele também escolheu o mesmo restaurante para jantar nesta noite em Brasília.

Logo que chegou, foi direto cumprimentar um jornalista, sem saber que ele estava acompanhado de Deltan e PozzobonJucá perdeu o cargo de ministro no governo Temer em 2016, após vir à tona uma gravação em que ele dizia ser preciso "estancar essa sangria", em referência aos efeitos da Lava Jato no mundo político. Numa fração de minutos, Jucá se viu cercado pela Lava Jato - tendo o ex-juiz Moro de um lado e os procuradores de outro.

Não foi apenas Jucá quem passou aperto. Quando viu Moro entrar no restaurante, Deltan se levantou certo de que o ministro iria até a sua mesa para cumprimentá-lo. Nada disso. Atrasado, Moro apressou o passo para o local reservado pelo PSL e deixou o ex-colega de Curitiba no "vácuo". O ministro foi direto cumprimentar Bivar.

Portal Terra/Liberdade FM - Foto - Divulgação

09/10/2019/ 10:33:55
Outras Notícias
  • Maracanã vai receber a final da Copa Libertadores de 2020
Maracanã vai receber a final da Copa Libertadores de 2020
18/10/2019/ 09:57:30

- Nós vamos preparar um espetáculo também para quem não for ao jogo, com fan fests e outras atrações. Em vez das 76 mil pessoas que forem ao estádio, será uma festa para 200 mil pessoas - afirmou Wilson Witzel, governador do Rio de Janeiro e que participou do evento que definiu o Maracanã como sede.Wilson Witzel via...

  • Reino Unido e UE anunciam novo acordo para o Brexit
Reino Unido e UE anunciam novo acordo para o Brexit
18/10/2019/ 09:54:05

O Reino Unido chegou a um acordo com a União Europeia para o Brexit nesta quinta-feira,17, afirmou o presidente da Comissão Europeia, Jean-Claude Juncker, poucas horas antes do início de uma cúpula dos líderes do bloco em Bruxelas.Separadamente, o primeiro-ministro britânico, Boris John...

  • Brasil cria 157,2 mil vagas no melhor setembro desde 2013
Brasil cria 157,2 mil vagas no melhor setembro desde 2013
18/10/2019/ 09:51:39

O Brasil criou 157.213 empregos com carteira assinada em setembro, segundo números do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged) divulgados nesta quinta-feira, 17, pelo Ministério da Economia. O saldo é a diferença entre as contratações e a demissões. Em setembro, o país registrou 1.341.716 contratações e ...

  • Casa Branca admite troca de favores com governo da Ucrânia
Casa Branca admite troca de favores com governo da Ucrânia
18/10/2019/ 09:50:07

O chefe de gabinete da Casa Branca, Mick Mulvaney, admitiu nesta quinta-feira (17) que a ajuda militar dos Estados Unidos ofertada à Ucrânia teria ligação com o pedido do governo para o país europeu investigar "corrupção" atribuída a família Biden. Esta foi a primeira vez que a Casa Branca confirmou p...

  • Deputado do PSL quer criminalizar músicas
Deputado do PSL quer criminalizar músicas "ofensivas"
18/10/2019/ 09:48:39

Um projeto de lei em tramitação na Câmara dos Deputados transforma em crime com pena de até seis meses de prisão "qualquer estilo musical que contenha expressões pejorativas ou ofensivas". O texto, apresentado pelo deputado federal Charlles Evangelista (PSL-MG), enquadra para a aplicação da ...

  • Bruno Méndez e Marllon jogaram juntos pelo Corinthians por 67 minutos
Bruno Méndez e Marllon jogaram juntos pelo Corinthians por 67 minutos
18/10/2019/ 09:47:27

O Corinthians deve ter uma zaga inédita contra o Cruzeiro, neste sábado, pelo Campeonato Brasileiro. Com a suspensão de Gil e com Manoel impedido de jogar por ter vínculo com o time mineiro, Marllon e Bruno Méndez devem ser os zagueiros do Timão na 27ª rodada.A grande dificuldade será superar a f...