Noticias
Polícia retoma apuração de acusado de matar Marielle após decisão do STF
  • Polícia retoma apuração de acusado de matar Marielle após decisão do STF

A Polícia Civil do Rio vai retomar as investigações sobre o patrimônio de Ronnie Lessa, policial militar reformado acusado de matar a vereadora Marielle Franco e o motorista Anderson Gomes, em março de 2018.

A informação é da diretora do Departamento Geral de Combate à Corrupção, ao Crime Organizado e à Lavagem de Dinheiro, delegada Patrícia Alemany.

Um relatório do então Coaf apontou, sete meses depois do atentado, que Ronnie depositou R$ 100 mil na própria conta (leia mais abaixo).

Em relação ao caso Marielle, delegados ouvidos pelo G1 acreditam que a retomada da investigação é importante para ajudar a identificar se houve um mandante do crime.

A Delegacia de Homicídios da Capital, responsável pela prisão de Lessa e Queiroz, investiga se o crime foi encomendado.

Plenário derrota Toffoli

A reabertura deverá ocorrer junto com outras 146 investigações que estavam suspensas no departamento da polícia fluminense desde julho.

Na ocasião, o ministro e presidente do Supremo Tribunal Federal (STF), Dias Toffoli, decidiu interromper temporariamente inquéritos que tinham como base relatórios de inteligência financeira não autorizados pela Justiça.

Nesta quinta-feira (28), porém, o plenário do STF decidiu, por 9 votos a 2, autorizar o compartilhamento pela Receita Federal, sem necessidade de autorização judicial, de informações bancárias e fiscais sigilosas com o Ministério Público e as polícias. São informações que incluem extratos bancários e declarações de Imposto de Renda de contribuintes investigados.

Procurador-geral da República, Augusto Aras, e presidente do STF, ministro Dias Toffoli — Foto: Nelson Jr./SCO/STFProcurador-geral da República, Augusto Aras, e presidente do STF, ministro Dias Toffoli — Foto: Nelson Jr./SCO/STF

Procurador-geral da República, Augusto Aras, e presidente do STF, ministro Dias Toffoli — Foto: Nelson Jr./SCO/STF

Prisão de Lessa

O PM reformado Ronnie Lessa foi preso no dia 12 de março no condomínio de luxo onde morava, na Barra da Tijuca, na Zona Oeste do Rio – o mesmo onde o presidente Jair Bolsonaro e seu filho Carlos têm casas.

A Polícia Civil afirma que Ronnie é o autor dos disparos contra Marielle -- que também mataram Anderson. No mesmo dia foi preso Elcio Queiroz, apontado como o motorista do carro que perseguiu a vereadora.

Os investigadores chegaram à dupla após uma análise de dados, como registros de antenas de celular e de câmeras de trânsito.

Segundo as investigações, Ronnie e Elcio saíram do Vivendas da Barra por volta das 17h30 do 14 de março de 2018 e foram para o Quebra-Mar -- de lá, seguiram para a Lapa, onde Marielle participaria de um seminário. Ela foi morta minutos depois de deixar a Casa das Pretas.

Relatório do Coaf

O antigo Coaf também investigou Ronnie. Um relatório apontou um depósito de R$ 100 mil na conta do suspeito, feito pelo próprio PM reformado, na boca do caixa.

O depósito foi feito no dia 9 de outubro de 2018 -- sete meses depois do crime -- numa agência do Itaú também na Barra.

PM Ronnie Lessa no caixa do banco  — Foto: Reprodução/ TV GloboPM Ronnie Lessa no caixa do banco  — Foto: Reprodução/ TV Globo

PM Ronnie Lessa no caixa do banco — Foto: Reprodução/ TV Globo

O Ministério Público citou esse relatório em um pedido de bloqueio dos bens de Ronnie e de Elcio.

Entre os bens visados, estavam uma lancha apreendida em Angra dos Reis em nome de uma pessoa que seria “laranja” de Ronnie, os automóveis do PM reformado (um deles, um Infinity avaliado em R$ 150 mil) e a casa dele, localizada em um “condomínio luxuoso na Barra da Tijuca”.

Tudo isso, segundo o Ministério Público, seria incompatível com a renda de um policial militar reformado.

O advogado de defesa de Ronnie, Fernando Santana, disse em setembro saber de uma investigação contra o cliente envolvendo lavagem de dinheiro.

No entanto, segundo ele, na época não houve intimação para depoimentos. Santana afirmou, ainda, que a defesa está preparada para provar que não houve o crime.

G1/Liberdade FM - Foto - Divulgação

29/11/2019/ 10:32:00
Outras Notícias
  • Ministério identifica substâncias tóxicas em 8 marcas de cervejaria
Ministério identifica substâncias tóxicas em 8 marcas de cervejaria
17/01/2020/ 09:57:51

O Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa) afirmou na tarde desta quinta-feira (16) que identificou as substâncias dietilenoglicol e monoetilenoglicol em oito rótulos produzidos pela cervejaria Backer, de Belo Horizonte. Quatro pessoas morreram: em uma delas, a Secretaria de Estado da Saúde de...

  • Klopp revela segredos para manter Liverpool em alto nível na Inglaterra
Klopp revela segredos para manter Liverpool em alto nível na Inglaterra
17/01/2020/ 09:55:00

Jurgen Klopp tem se destacado desde sua chegada ao Liverpool, porém, nesta temporada, tem ganhado visibilidade por poder repetir um feito que apenas do Arsenal de 2003/2004 conseguiu na era da Premier League (que começou em 1992): ser campeão inglês invicto. Em entrevista para a beIN Sports ao lado de Arsene Wenger,...

  • PIB da China tem crescimento mais baixo desde 1990
PIB da China tem crescimento mais baixo desde 1990
17/01/2020/ 09:52:54

O Produto Interno Bruto (PIB) da China cresceu 6,1% em 2019, o pior resultado registrado no país desde o ano de 1990.    Os dados divulgados pelo Gabinete Nacional de Estatística (NBS) confirmam a desaceleração da segunda maior economia do planeta, alvo nos últimos anos de uma guerra comercial tr...

  • Corinthians aguarda resposta do Athletico-PR para acertar com Rony
Corinthians aguarda resposta do Athletico-PR para acertar com Rony
17/01/2020/ 09:51:37

O Corinthians negocia com o atacante Rony desde o final do ano passado. No início de janeiro houve um acerto verbal com o jogador e seu empresário, mas falta ainda o aval do Athletico-PR. O clube alvinegro pretende usar os cinco milhões de euros R$ 22 milhões) que seriam usados na contratação de Michael pa...

  • Crivella comprovou que saúde no Rio funciona, diz Bolsonaro
Crivella comprovou que saúde no Rio funciona, diz Bolsonaro
17/01/2020/ 09:48:49

O presidente Jair Bolsonaro disse nesta quinta-feira, 16, que o prefeito do Rio de Janeiro, Marcelo Crivella (Republicanos), comprovou que a saúde "funciona" na capital fluminense.Segundo Bolsonaro, o prefeito relatou em reunião nesta quarta-feira, 15, no Palácio do Planalto, que a mídia diz que há pr...

  • Google se torna 4ª empresa do mundo a valer US$ 1 trilhão
Google se torna 4ª empresa do mundo a valer US$ 1 trilhão
17/01/2020/ 09:46:40

A Alphabet, holding que controla a gigante de buscas Google, se tornou nesta quinta-feira, 14, a quarta empresa a entrar no seleto clube das companhias que alcançaram US$ 1 trilhão em valor de mercado. O feito foi atingido pela primeira vez pela gigante de buscas às 17h54 (horário de Brasília), quando...