Noticias
Presidente eleito da Argentina de fora de encontro do Mercosul
  • Presidente eleito da Argentina de fora de encontro do Mercosul

A relação distante e de animosidade entre Jair Bolsonaro e o presidente eleito da Argentina, Alberto Fernández, deve deixar o argentino fora de um encontro do Mercosul marcado para a semana que vem no Rio Grande do Sul, segundo fontes ouvidas pela BBC News Brasil.


Os presidentes dos países do bloco vão se encontrar na cidade de Bento Gonçalves, na reunião semestral do bloco e que terá Bolsonaro como anfitrião.

Os chefes de Estado do Brasil, da Argentina e do Paraguai, além da vice-presidente do Uruguai, a senadora Lucía Topolansky, encontram-se no dia 5 de dezembro para a chamada Cúpula do Vale dos Vinhedos, de acordo com a agenda oficial. Segundo a imprensa uruguaia, por questões de saúde, o presidente uruguaio Tabaré Vázquez, que conclui o mandato em março do ano que vem, não viajará para a reunião e será representado por Topolansky, esposa do ex-presidente José 'Pepe' Mujica.

A reunião marcará a última participação do presidente da Argentina, Mauricio Macri, antes que ele passe a faixa para o sucessor e opositor Alberto Fernández, no dia 10 de dezembro, cinco dias depois da reunião de cúpula do Mercosul.

Diplomatas brasileiros e argentinos e analistas ouvidos pela BBC News Brasil entendem que seria esperado que o presidente eleito da Argentina também fosse convidado para o encontro no Rio Grande do Sul.

"Seria natural que o presidente Macri convidasse seu sucessor, mas não há clima", disse à reportagem um integrante do primeiro escalão do governo Macri, sob a condição do anonimato. "Os que chegam ao poder, a partir do dia 10 de dezembro, falaram tão mal do presidente de vocês (brasileiros) e também não sinalizaram o menor interesse em participar da reunião. E, por isso, o convite não foi feito."

O convite também poderia ter partido do governo brasileiro, o que não ocorreu, disse o entrevistado.

"Farpas públicas"

Bolsonaro e Fernández trocaram farpas públicas desde a campanha eleitoral na Argentina. Dias antes da votação, o presidente brasileiro disse que a vice de Fernández, a ex-presidente Cristina Kirchner, colocaria o Mercosul em risco, e que, neste caso, os encontros poderiam ser com Paraguai e Uruguai, como chegou a reproduzir o jornal econômico El Cronista, de Buenos Aires.

Quando foi confirmada a vitória de Fernández e Cristina — vencendo Macri, que buscava a reeleição —, o presidente do Brasil disse que os argentinos tinham "votado mal" e que não daria os parabéns ao eleito. Ele já tinha dito que a vitória do opositor de Macri levaria os argentinos a copiarem os venezuelanos, buscando a fronteira brasileira.

Por sua vez, Alberto Fernández, que durante a campanha visitou o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva na prisão, publicou uma foto, no dia da sua eleição, pedindo "Lula Livre". E chamou o presidente brasileiro de "violento e misógino".

Bolsonaro não participará da posse do sucessor de Macri. Convidado, o ex-presidente Lula, opositor de Bolsonaro, declinou do convite, segundo assessores.

Portal Terra/Liberdade FM - Foto - Divulgação

02/12/2019/ 11:46:13
Outras Notícias
  • Por gasolina e energia, inflação acelera a 0,36% em julho; maior valor em 4 anos
Por gasolina e energia, inflação acelera a 0,36% em julho; maior valor em 4 anos
07/08/2020/ 10:19:10

A inflação oficial brasileira, o Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA), acelerou em julho e registrou o maior patamar para o mês desde 2016. É o que mostra os dados publicados pelo IBGE na manhã desta sexta-feira (07). Segundo a instituição, em julho, a inflação ficou em 0,36%, influenciado, principal...

  • Empresário americano compra a Roma, gigante do futebol italiano, por R$ 3,7 bi
Empresário americano compra a Roma, gigante do futebol italiano, por R$ 3,7 bi
07/08/2020/ 10:15:56

A Roma, gigante do futebol italiano, anunciou nesta quinta-feira (6) que chegou a um acordo com o bilionário norte-americano Dan Friedkin para a compra do clube.O time da Serie A, principal liga de futebol do país, disse que contratos formais com o consórcio de Friedkin foram assinados na quarta-feira, em um acordo ...

  • Trump assina decreto que bane TikTok em 45 dias se aplicativo não for vendido
Trump assina decreto que bane TikTok em 45 dias se aplicativo não for vendido
07/08/2020/ 10:13:53

O presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, assinou um decreto nesta quinta-feira (6) que proíbe os aplicativos TikTok e WeChat de operarem no país em 45 dias caso não sejam vendidos pelas empresas chinesas que os controlam.Os decretos não citam que uma certa quantia de dinheiro oriunda da venda precise ser repas...

  • 3,9 milhões recebem hoje o auxílio emergencial; veja quem tem direito
3,9 milhões recebem hoje o auxílio emergencial; veja quem tem direito
07/08/2020/ 10:07:12

A Caixa Econômica Federal (CEF) paga nesta sexta-feira (7) uma nova parcela do Auxílio Emergencial para 3,9 milhões de beneficiários nascidos em junho.Entre deles, estão 96 mil beneficiários que fazem parte do grupo de novos aprovados (6º lote) ou trabalhadores que receberam a primeira parcela em...

  • Homem leva segredos do Google para Uber e é preso
Homem leva segredos do Google para Uber e é preso
07/08/2020/ 09:58:25

Anthony Levandowski, pioneiro da tecnologia dos carros autônomos no Vale do Silício, já foi disputado por empresas como Google e Uber por sua experiência em engenharia.Mas, na terça feira, 4, a desgraça de Levandowski foi selada com uma sentença de 18 meses de prisão por roubar segredos dos carros autônomos do Googl...

  • Após a pausa, Corinthians é o único da Série A que ainda não foi vazado
Após a pausa, Corinthians é o único da Série A que ainda não foi vazado
07/08/2020/ 09:57:02

É inegável a mudança de postura e de resultados do Corinthians depois da paralisação por conta do coronavírus. Não à toa o time conseguiu reverter situação delicada no Paulistão e garantiu uma vaga na final, que há poucas semanas era considerada quase impossível. Muito disso tem a ver com a solidez defensiva desenvo...