Noticias
Hamilton fecha ano do hexa com vitória no sofrível GP de Abu Dhabi
  • Hamilton fecha ano do hexa com vitória no sofrível GP de Abu Dhabi

De onde menos se espera, é daí que não sai nada. Duas semanas depois de um GP do Brasil que entrou para a história, a temporada 2019 do Mundial de F1 se encerrou com ares de anticlímax. O GP de Abu Dhabi deste domingo (1) reservou raríssimas emoções e brigas por posição e foi o desfecho mais imperfeito de um campeonato marcado por belíssimas corridas e grandes histórias. Uma delas foi a de Lewis Hamilton, coroado como hexacampeão mundial. O britânico coroou o ano do sexto título com chave de ouro e alcançou uma vitória incontestável em Yas Marina e com direito a melhor volta e novo recorde da pista em corrida. 

Max Verstappen, protagonista do melhor momento da insossa corrida ao fazer grande ultrapassagem sobre Charles Leclerc, terminou a prova na segunda colocação e garantiu um valioso terceiro lugar no Mundial de Construtores ao ficar somente atrás de Hamilton e Valtteri Bottas, da dominante Mercedes.

Leclerc teve de se contentar com o terceiro lugar depois de ter suportado a pressão sofrida por Valtteri Bottas nas voltas finais. No entanto, o monegasco tem o pódio ameaçado por conta de uma irregularidade sobre combustível detectada pela direção de prova antes da largada. Valtteri, que largou do fim do grid, foi o quarto, seguido por Sebastian Vettel, em outra apresentação opaca no ano, enquanto Alexander Albon foi o sexto.

Grande destaque para Sergio Pérez, que fez ótima exibição para cruzar a linha de chegada em sétimo lugar, deixando Lando Norris para trás no fim. Daniil Kvyat e Carlos Sainz completaram o top-10 da última corrida do ano. Nico Hülkenberg se despediu da Renault em 12º lugar, logo atrás de Daniel Ricciardo, enquanto Robert Kubica deu adeus ao grid em 19º e último dentre os que completaram a prova deste domingo.


Saiba como foi o GP de Abu Dhabi de F1


Antes mesmo da largada em Yas Marina, uma nova polêmica envolveu a Ferrari neste desfecho de temporada. Isso porque a FIA emitiu um comunicado para informar que o carro de Charles Leclerc, após checagem da gasolina feita antes de o monegasco deixar o pit-lane e ir para o grid, apresentava uma "diferença significativa entre a declaração da equipe e a quantidade de combustível dentro do carro". A questão vai ser investigada depois da corrida. Christian Horner, chefe da Red Bull, disse que Leclerc tinha de ser desclassificado.


Lewis Hamilton fez ótima largada e manteve a dianteira com tranquilidade. Quem partiu bem também foi Leclerc, que aproveitou o melhor rendimento da Ferrari na primeira parte da pista para fazer a ultrapassagem sobre Max Verstappen. Outra boa largada foi a de Kevin Magnussen, que subiu de 15º para décimo. Em contrapartida, Pierre Gasly levou azar em uma disputa que envolveu também as Racing Point de Sergio Pérez e Lance Stroll, teve a asa dianteira danificada e foi aos boxes para fazer a troca.


Depois de largar do fim do grid, Valtteri Bottas iniciou sua recuperação para tentar fechar a temporada no pódio. O finlandês subiu para P14 na quarta volta, ao mesmo tempo em que a direção de prova anunciou que problemas técnicos impediram a ativação da zona de DRS.

Hamilton abriu boa vantagem desde as primeiras voltas para o restante do pelotão, com 4s de frente para Leclerc após o oitavo giro. Verstappen, Sebastian Vettel e Alexander Albon fechavam o top-5, com Lando Norris e Carlos Sainz vindo bem mais atrás. Bottas já figurava em 11º e atacava Pérez depois que o mexicano passou Magnussen.


Portal Terra/Liberdade FM - Foto - Divulgação


02/12/2019/ 12:45:23
Outras Notícias
  • Times europeus fazem calendário de volta do futebol
Times europeus fazem calendário de volta do futebol
27/05/2020/ 09:52:26

Único torneio nacional entre as grandes ligas europeias que já reiniciou as atividades, a Alemanha teve nesta terça o principal clássico da Bundesliga. O Bayern de Munique venceu o Borussia Dortmund por 1 a 0, abriu 7 pontos de vantagem na liderança e, a 8 rodadas do fim da competição, deu passo importante rumo ao 8...

  • Após prorrogação, prazo de inscrições para o Enem 2020 se encerra hoje
Após prorrogação, prazo de inscrições para o Enem 2020 se encerra hoje
27/05/2020/ 09:50:10

O prazo de inscrição, que pelo cronograma inicial deveria ter sido encerrado na sexta-feira (22), foi estendido para esta quarta após apelo do Conselho Nacional dos Secretários Estaduais de Educação (Consed) devido ao impacto da pandemia do coronavírus.Com aulas suspensas em todos os estados, o Consed afirma qu...

  • Vacina da Covid-19: conheça a situação das maiores pesquisas
Vacina da Covid-19: conheça a situação das maiores pesquisas
27/05/2020/ 09:46:56

Em meio à pandemia do novo coronavírus, laboratórios e governos de todo o mundo participam da corrida por uma vacina. Dez pesquisas já estão em fase de testes no momento, de acordo com a Organização Mundial da Saúde (OMS), e outras 114 continuam sendo desenvolvidas. Apesar da divulgação de alguns resultados ini...

  • Capital paulista negocia regra especial para abrir economia
Capital paulista negocia regra especial para abrir economia
27/05/2020/ 09:40:56

Os planos regionais para reabertura econômica do Estado de São Paulo, que serão apresentados nesta quarta-feira, 27, preveem retomada escalonada das atividades, conforme o risco de cada setor, em um processo que levará até oito semanas para ser finalizado, no melhor cenário, e que dependerá do aval de autoridad...

  • Cármen Lúcia e Celso de Mello rebatem ataques a magistrados
Cármen Lúcia e Celso de Mello rebatem ataques a magistrados
27/05/2020/ 09:39:33

A presidente da 2ª turma do Supremo Tribunal Federal (STF), Cármen Lúcia, e o decano da corte, Celso de Mello, rebateram ataques feitos a magistrados na última semana durante reunião do colegiado desta terça-feira.Ministros do STF têm sido alvo de críticas do presidente Jair Bolsonaro e de outros integrant...

  • França revoga hidroxicloroquina para tratamento da covid-19
França revoga hidroxicloroquina para tratamento da covid-19
27/05/2020/ 09:38:17

O governo francês cancelou nesta quarta-feira um decreto que permitia a médicos de hospitais administrar hidroxicloroquina como tratamento para pacientes que sofrem formas graves da covid-19, a doença causada pelo novo coronavírus.A medida, que tem efeito imediato, é a primeira tomada por um país desde que a Organiz...